Ale RO ate dia 7/04

OMS diz que vacina não acabará imediatamente com pandemia

6 dezembro, 2020

Cerca de 200 vacinas estão sendo desenvolvidas ao redor do mundo, mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) ressalta que os imunizantes não serão capazes de acabar com a pandemia de um dia para o outro.

Em entrevista coletiva na tarde dessa sexta-feira (4), os diretores da entidade frisaram que outras medidas como uso de máscaras, higiene das mãos, e distanciamento social continuarão sendo essenciais para conter o vírus.

Michael Ryan, diretor de emergências da OMS, ressaltou que a pandemia não terá um padrão previsível para que a resposta seja a mesma em todos os países.

– A vacina é uma ferramenta importante, mas não vai zerar a Covid-19 – alertou.

Diretora do departamento de imunizações, vacinas e biológicos da OMS, Katherine O’Brien lembrou que é a primeira vez na história da indústria em que se precisará produzir bilhões de doses para todo o planeta.

Segundo ela, vai demorar até que todas as pessoas sejam imunizadas e, por isso, as outras medidas continuarão sendo importantes.

Após a autorização do início de vacinações no Reino Unido, Michael Ryan ressaltou ainda que, ao longo da história, a existência de uma vacina não foi suficiente para exterminar uma doença. Ele citou a poliomielite, que demandou investimento de bilhões, já possui uma vacina há 30 anos, mas continua existindo.

LEIA TAMBÉM:

Senado aprova MP que libera quase R$ 2 bilhões para compra de vacina de Oxford

Segundo o diretor, o grande desafio está na logística de fazer os imunizantes chegarem a lugares distantes e pobres.

– Montamos o acampamento na base da montanha. Agora, precisamos subir o Everest – afirmou.

Fonte: Pleno News

Grupo Roagora

Roagora Fanpage

Roagora Fanpage

Comentarios