Mundo

Maduro sobre Guaidó: ‘Vamos derrotar a minoria, tenham certeza’

Para o ditador venezuelano, seu opositor estaria fomentando um golpe apoiado por Donald Trump

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O ditador venezuelano, Nicolás Maduro, afirmou nesta terça (5) que derrotará uma “minoria enlouquecida, determinada a desestabilizar o país”. Foram as primeiras declarações públicas do chavista sobre o líder oposicionista Juan Guaidó, que voltou a Caracas na segunda-feira (4).

Durante uma cerimônia para celebrar o sexto aniversário da morte de seu predecessor, Hugo Chávez, Maduro condecorou militares das Forças Armadas que impediram a entrada de ajuda humanitária no país e convocou seus apoiadores a uma manifestação “anti-imperialista”, em referência aos EUA.

Para o ditador, Guaidó estaria fomentando um golpe apoiado por Donald Trump.

A data escolhida por Maduro para o protesto pró-regime, sábado (9), é a mesma fixada por Guaidó para novas manifestações contra o chavista.

Guaidó apoiou a proposta de uma série de greves para pressionar a saída de Maduro.

Ele anunciou também que prepara uma lei para proteger os funcionários que venham a ser demitidos caso participem das paralisações. Os sindicatos ainda não anunciaram quando as greves ocorrerão nem que setores integrarão o movimento.

Segundo nota divulgada pela Assembleia Nacional, órgão de maioria opositora, as paralisações serão escalonadas.

Antes de Maduro comentar publicamente o retorno de Guaidó, o líder oposicionista afirmou que o silêncio de 24 horas do ditador se devia a “contradições internas”. Com informações da Folhapress.

Fonte: Noticias ao Minuto

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
%d blogueiros gostam disto: