ALE 01 09
GOV 13 11

Polícia de Comodoro investiga morte de peão de fazenda que levou tiros e teria ficado com faca cravada no crânio

8 novembro, 2021

O site apurou que um suspeito de ter matado o trabalhador rural numa área próxima à fazenda Curitiba, entre as cidades de Comodoro (MT) e Cabixi prestou depoimento e foi liberado pela polícia do município mato-grossense.

Polícia de Comodoro investiga morte de peão de fazenda que levou tiros e teria ficado com faca cravada no crânio

O corpo de Roniclei Araújo, 31 anos, que nasceu em Guajará-Mirim (RO), mas residia em Cabixi, segundo informa em seu perfil no Facebook, foi encontrado na manhã de ontem. Conforme a polícia de Comodoro, que conduz as investigações, o cadáver apresentava três perfurações provocadas por arma de fogo, que atingiram o rapaz no ombro e na cabeça.

Os ferimentos a tiro, no entanto, foram superficiais, e aparentemente não teriam sido suficientes para provocar a morte. Porém, um golpe de faca na cabeça também foi encontrado, e pode ter sido a causa do óbito. Parte da arma usada no crime teria ficado cravada no crânio da vítima.

O homem ouvido ontem disse que havia saído para caçar e, quando estava no meio da mata, ouviu barulho de tiros. Ao sair da selva, encontrou “Roni” (como a vítima era conhecida) caído, já sem vida. Esse suspeito, preso ontem mesmo pela Polícia Militar de Cabixi, onde mora, foi levado para Comodoro, onde deu sua versão e foi liberado.

A Polícia Civil mato-grossense segue investigando o caso, mas ainda não tem pistas sobre a autoria ou a motivação do assassinato.

Fonte: Folha do Sul

Roagora Fanpage

Comentarios