Energisa
GOV 970x250 18 02

Menino de 13 anos assassina friamente a própria mãe e o irmão caçula após ser proibido de usar o celular

21 março, 2022

No último sábado (19), um adolescente de 13 anos assassinou a tiros a própria mãe e o irmão de apenas 7 anos, após ter sido proibido de usar o celular. O caso aconteceu no município de Patos, no sertão da Paraíba. 

Menino de 13 anos assassina friamente a própria mãe e o irmão caçula após ser proibido de usar o celular

De acordo com informações, o menino estava indo mal na escola e o pai dele decidiu tomar o seu celular, para que ele parasse de jogar e começasse a estudar. Após a atitude, o homem foi na farmácia comprar remédio para esposa. 

Neste momento, o menino foi até o armário do pai, que é policial militar, pegou a arma dele e assassinou a mãe, Iranilda de Sousa Medeiros Araújo, de 47 anos, e o irmão mais novo, Gabriel de Sousa Medeiros Araújo, de 7 anos. 

A mãe aguardava no quarto, deitada, dormindo. Ele chegou, encostou a arma na cabeça dela e efetuou um disparo contra a mãe”, relatou o delegado Renato Leite. 

Por conta do barulho, o irmão mais novo do adolescente saiu de outro quarto e, quanto percebeu o que havia acontecido, começou a brigar com o adolescente. Armado, o jovem chegou a correr atrás do irmão, mas foi surpreendido pelo pai, que havia retornado para casa.

“O pai chegou, tentou intervir para que ele soltasse a arma, e ele terminou efetuando um disparo contra o pai, que caiu na sala. O irmão, ao ver o pai caído, foi tentar socorrer, o abraçou, foi quando ele atirou no irmão pelas costas”, afirmou o delegado do caso. 

Ainda de acordo com Leite, o menino pediu socorro e tentou forjar um cenário de assalto dentro de casa. “Depois, friamente, ele guardou a arma onde estava, chamou o Samu e tentou fazer parecer que tinha sido um assalto, que ladrões tinham entrado. Mas depois de todas as diligências que fizemos, a gente conseguiu elucidar esse caso”, explicou Leite. 

 O adolescente teve sua internação provisória decretada e deve ser encaminhado para o Centro Educacional Do Adolescente da Paraíba, onde ficará à disposição da Justiça e do Ministério Público. O pai está em estado grave no hospital.

Fonte: Portal CM7

Roagora Fanpage

Comentarios