Energisa
GOV 970x250 03 06

Idoso é preso em flagrante por estupro de menino autista

1 junho, 2022

O idoso Raimundo Medeiros, 72 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira por policiais civis da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente.

Idoso é preso em flagrante por estupro de menino autista

De acordo com informações divulgadas pela delegada titular Joyce Coelho, o idoso estuprou um menino autista de 12 anos de idade, que mora com a família ao lado de sua casa no bairro da Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus.

Para atrair o menino para dentro de sua casa Raimundo Medeiros ofereceu uma pequena quantia em dinheiro, depois de abordá-lo quando ele retornava da escola na tarde da última terça-feira, dia 31.

Os familiares só tomaram conhecimento do estupro no final da noite quando o menino começou a sentir fortes dores na região anal, pediu ajuda para os pais e foi levado ao SPA do bairro onde o médico que fez o atendimento informou que havia indícios de estupro.

Após o crime de estupro ser comunicado na Depca, garoto autista foi conduzido para exame de corpo de delito e o estupro foi confirmado no Instituto Médico Legal (IML).

No depoimento do menino ele relatou tudo o que aconteceu e acusou o vizinho Raimundo Medeiros, que mora ao lado de sua casa, e que inclusive já foi patrão da mãe da vítima, a qual trabalhou durante algum tempo como empregada doméstica na casa do autor do estupro.

Raimundo Medeiros foi preso no começo da manhã desta quarta-feira por uma equipe de policiais da Depca e ao ser feita uma consulta sobre sua vida pregressa foi descoberto outro crime cruel do mesmo idoso.

De acordo com a delegada Joyce Coelho Raimundo foi condenado pela Justiça do Amazonas em 2010 por crime de homicídio qualificado que teve como vítima uma menina de 10 anos de idade, que ele também havia estuprado.

O idoso matou e depois escondeu o corpo da menina que havia sido vítima de seus abusos sexuais porque ela contou tudo para sua esposa que não foi omissa e o denunciou à polícia.

Na época Raimundo Medeiros foi preso, julgado e condenado pela prática do crime de estupro e homicídio triplamente qualificado, que na época repercutiu bastante em Manaus pela maneira sórdida, cruel, em que foi ceifada a vida de uma criança de 10 anos apenas.

O estuprador foi condenado a cumprir uma pena de 16 anos de reclusão, mas na época seus advogados recorreram da sentença, pediram o relaxamento da prisão de Raimundo que há pouco mais de dois anos, passou a cumprir a sentença em regime de prisão domiciliar.

Passados 12 anos do estupro e assassinato de uma criança de 10 anos, e por esse crime de natureza torpe vai responder na Justiça por mais uma barbaridade apesar de já ter 72 anos de idade.

Fonte: Portal do Zacarias

Roagora Fanpage

Comentarios