Energisa
GOV 970x250 18 02

Ex-prefeito é preso suspeito de mandar matar o radialista Hamilton Alves em 2018

8 dezembro, 2021

A Polícia Civil deflagrou no início da manhã desta quarta-feira (08) a operação “Sexto Mandamento”, que tem como objetivo prender o suspeito de mandar matar o radialista Hamilton Alves, crime ocorrido no ano de 2018.

Ex-prefeito é preso suspeito de mandar matar o radialista Hamilton Alves em 2018

O Mandado de Prisão Preventiva foi cumprido na residência do ex-prefeito de Governador Jorge Teixeira, João Alves Siqueira, o popular João Paciência.

Segundo as investigações da Polícia, João Paciência é suspeito de ser o mandante da tentativa de homicídio contra o radialista Hamilton Alves e ainda do ex-candidato a prefeito Antônio Nunes Fernandes, que ocorreu em 2019.

A Polícia Civil foi à residência de João Paciência, mas não localizou o mesmo. Por volta das 06h30, a Polícia localizou o ex-prefeito João Paciência em sua fazenda e o prendeu.

A operação conta com aproximadamente 45 agentes e policiais civis das cidades de Jaru, Ji-Paraná e Ariquemes.

A OPERAÇÃO

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, em ação ostensiva de grande logística do Departamento de Polícia do Interior (DPI), deflagrou a operação denominada 6º Mandamento, para cumprimento de ordens judiciais vinculadas a dois inquéritos policiais que tramitam na Delegacia de Jaru, ambos por homicídio tentado, bem como, produzir e resguardar provas acerca de uma milícia armada que atua na região de Governador Jorge Teixeira.

Foram cumpridos seis Mandados de Busca e Apreensão, dos Mandados de Medidas Cautelares Diversas e uma Prisão Preventiva.

A ação acontece nos municípios de Jaru e Governador Jorge Teixeira. As ordens são assinadas pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Jaru.

Participam da ação o quantitativo aproximado de 45 policiais civis, entre investigadores, escrivães e delegados.

A TENTATIVA DE HOMICÍDIO CONTRA O RADIALISTA

A tentativa de homicídio contra o radialista Hamilton Alves aconteceu em 20 de abril de 2018. Após apresentar seu programa no rádio, Hamilton seguia em uma camionete retornando para sua casa, que fica no município de Ouro Preto do Oeste. Quando passava pelo trecho da BR-364 conhecido como “Curva da Morte”, próximo a um quebra-molas, Hamilton foi alvejado por seis disparos de arma de fogo por disparados por dois indivíduos, que estavam em uma motocicleta.

Fonte: Anoticiamais

Roagora Fanpage

Comentarios