GOV 01 09
ALE 01 09

Equipes da Energisa já percorreram 21.000 km – metade da circunferência da Terra – para fazer ligações do Programa Luz para Todos

27 julho, 2021

Há obras em andamento em todas as regiões do estado. Promessa de 6 mil ligações no ano, com investimentos de R$ 90 milhões, será cumprida


No início do ano, quando anunciou que faria 6 mil novas ligações no Programa Luz Para Todos (PLPT) em 2021, a área de planejamento da Energisa não contava com o agravamento da pandemia de Covid-19, que impactou deslocamentos de pessoas e materiais para obras. Os percalços, porém, não pararam as equipes. Embora Rondônia tenha uma das menores densidades populacionais do país, com cerca de 7 habitantes por quilômetro quadrado, o que explica o vai e vem obrigatório para alcançar clientes em todos os cantos do estado, estão sendo realizadas cerca de 550 ligações por mês.

Equipes da Energisa já percorreram 21.000 km – metade da circunferência da Terra - para fazer ligações do Programa Luz para Todos

O gerente da Energisa responsável pela implementação do programa no estado, Alfredo de Brito, explica que o plano de obras foi definido pelo Comitê Gestor em 2018, a partir de um levantamento realizado em 2016 – antes da pandemia e também da chegada da Energisa em Rondônia. Por isso, um cuidado que a empresa tem tomado é o de mapear todas as regiões próximas daquelas que foram planejadas no passado.

“Muitas vezes, é difícil identificar porque são áreas rurais, uma chácara fica distante da outra, mas se há a previsão de 10 ligações, mas percebemos que pode haver 30, as equipes só saem do local com 100% dos moradores atendidos”, resume, reconhecendo que isso acaba atrasando a abertura de novas frentes de obras. “Mas é mais inteligente garantir que ninguém fique para trás do que ter que voltar depois”, completa.

Com equipes em Porto Velho (distrito de Jacy-Paraná, Linha do Ibama e Nazaré (baixo Madeira); no Cone Sul (Chupinguaia, Corumbiara e Pimenta Bueno); na BR-429 (São Miguel do Guaporé) e em Machadinho do Oeste, Ji-Paraná e Rio Pardo, entre outros locais, Brito fez um balanço do programa, que está em sua 6ª etapa. Veja as principais informações pontuadas por ele:

Cronograma

O programa está na 6ª Tranche (etapa) que foi estabelecida pelo Governo Federal em 2018, com a previsão de 9.675 ligações. Já foram feitas 6.883 em 50 dos 52 municípios rondonienses. As 2.792 ligações que faltam serão entregues até dezembro de 2021.  Acompanhe a evolução do atendimento através do monitor online disponibilizado pela Energisa clicando aqui.

Desafio

As equipes já percorreram 21.000 quilômetros somente na sexta tranche, o equivalente a meia volta ao mundo. Serão necessários mais de 31 mil postes e quase 4 mil quilômetros de cabos, o que daria uma viagem de carro entre Porto Velho e Rio de Janeiro.

Reta final

A 6ª tranche não encerra o programa no estado, mas é um marco importante rumo a universalização da energia elétrica no estado. Para cumprir o compromisso assumido e o plano de trabalho definido pelo Comitê Gestor, estão sendo feitas 550 ligações por mês e o ritmo deve seguir forte até o fim do ano. O investimento de R$ 90 milhões previsto para 2021 é 40% maior do que o realizado em 2020.

Cadastramento

Embora o cronograma de obras do Programa Luz para Todos seja decidido pelo Comitê Gestor a partir dos pedidos que são feitos nas agências e canais de atendimento, acontecia muito de as equipes passarem por uma região e logo depois começarem a aparecer novos pedidos. Por isso, a empresa começou a verificar os cadastros quando chega em uma região.

Atrasos

Além dos novos cadastros, a pandemia limitou a circulação das equipes e atrasou a entrega de alguns materiais. Então, é possível que algumas famílias que estavam previstas para esse ano fiquem para o começo do ano que vem. Aqueles que não serão atendidos em 2021 estão sendo comunicados por correspondência. Quem não receber nenhuma carta, pode esperar que será atendido.

Papel social

O Luz para Todos é um programa que tem um valor social muito grande, que promove desenvolvimento, gera conforto e segurança para as famílias e conta com apoio da Aneel e do Governo Federal. É uma prioridade para a Energisa também.

7ª tranche

Para solicitar a ligação de energia, o proprietário do imóvel, ou representante da comunidade, deve entrar em contato com a Energisa apresentando a documentação necessária e endereços dos interessados. A instalação é gratuita para unidades com carga até 50 kV.

Comitê Gestor

O Comitê Gestor Estadual do programa é composto por representantes do Ministério de Minas e Energia, Governo do Estado, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Associação de Prefeitos do Estado e da distribuidora de energia.

Fonte: Assessoria

Roagora Fanpage

Comentarios