Energisa
GOV 970x250 01 02

Barco Hospital Walter Bártolo realiza primeira viagem em 2022 para atender comunidades ribeirinhas e indígenas

1 março, 2022

Após solenidade, a Unidade de Saúde Social Fluvial Walter Bártolo saiu com destino às localidades ao longo dos rios Mamoré e Guaporé, no início da noite da última sexta-feira, 25, no município de Guajará-Mirim. A ação é do Governo do Estado em parceria com a Organização Não Governamental (ONG)  Instituto Kaleo.

Barco Hospital Walter Bártolo realiza primeira viagem em 2022 para atender comunidades ribeirinhas e indígenas

Uma solenidade foi realizada, às margens do rio Mamoré, onde estava ancorado o Barco Hospital, contando com a presença de autoridades locais: a prefeita de Guajará-Mirim, Raissa Paes; vice-prefeita Mary Granneman; o secretário executivo regional da Casa Civil de Guajará-Mirim e Nova Mamoré, Flávio Derzete da Mota; o deputado estadual Dr. Neidson Soares, a comunidade; grupo Kairós e a Banda Musical do 6º Batalhão Infantaria de Selva (6º BIS).

Esta é a primeira viagem do ano 2022 da Unidade de Saúde em parceria com a ONG Instituto Kaleo, especializada na elaboração de projetos voltados para as áreas de saúde e educação, sendo para o Kaleo a 2ª edição do projeto Amazon Saviors. Está previsto o retorno do Barco Hospital para o dia 5 de março. Uma outra missão está prevista para ocorrer ainda no mês de março pela Unidade de Saúde Social Fluvial Walter Bártolo, desta vez seguirá por locais que ainda não foram atendidos nesta primeira viagem. Outra missão para o mês de maio, onde o Barco Hospital passará pela primeira vez pelo rio Pacáas Novos, está sendo preparada entre o Governo do Estado e o Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei).

“A 23ª missão do Barco Walter Bártolo tem como objetivo oferecer atendimentos psicológico, odontológico e médico de forma gratuita às comunidades mais distantes e que carecem de atendimento. É muita alegria trabalhar hoje com essa maravilhosa equipe da Kaleo. Obrigado aos parceiros, Casaí, Disei, Funai e vários outros que estão apoiando também essa ação, onde vamos atender 15 etnias indígenas”, disse o coordenador do Barco Hospital, Giovani Guastala.

Edson Modesto coordenador da 2ª edição Amazon Saviors destacou: “O Instituto Kaleo acredita no voluntariado, acreditamos que com a nossa força, o nosso conhecimento e sobre tudo a nossa disposição é possível atender comunidades. De modo que o nosso coração pelo amor ao próximo, a gente acredita nisso. Acreditamos que mais atores sociais juntos é possível fazer muito mais”.

“Quero mais uma vez agradecer ao Governo do Estado pelo trabalho que tem feito em prol do município dessa região, por meio dessa ação. Parabenizar e agradecer a essa equipe está se deslocando, deixando sua zona de conforto e sua família para atender o próximo. Sabemos que não é fácil, que Deus acompanhe vocês”, pontuou a prefeita de Guajará-Mirim, Raissa Paes.

O secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, anteriormente participou de uma solenidade de entrega do valor para a realização do Projeto “Opera Rondônia”, no município de Nova Mamoré, com a realização de 240 cirurgias eletivas. Durante o evento em Guajará-Mirim, o secretário anunciou a realização do Projeto também no município, onde no trajeto ao evento teria alinhado alguns detalhes com a prefeito do município, Raissa Paes, a informação foi bastante aplaudida pelos presentes ao evento. O secretário também anunciou o Projeto “Exergar”, onde em todo o Estado já foram realizadas 14 mil cirurgias de catarata, totalizando 11 municípios beneficiados. “Parabéns a todo o pessoal da Kaleo. Venceram obstáculos para estarem aqui e a cada dificuldade vencida vão dando mais emoção e “ganhando pontinhos” com Deus. Que essa missão dê tudo certo”, frisou o titular da pasta.

Conforme o cronograma, a equipe de profissionais voluntários vai prestar assistência às famílias ribeirinhas, indígenas e extrativista com mais de sete tipos de atendimento

POPULAÇÃO ATENDIDA

As comunidades contempladas com a visita do Barco Hospital são: 

  • Deolinda
  • Barranquinha
  • Sotério
  • São João
  • Ricardo Franco
  • Baía das Onças.

Os tipos de atendimento serão:

  • Triagem;
  • Consulta médica com procedimentos invasivos;
  • Odontológica com procedimentos invasivos;
  • Atendimento terapêutico; e
  • Atendimento psicológico.

Na programação também constam palestras de educação em saúde bucal e higiene pessoal (saúde preventiva), apresentações e palestras infantis, bem como entrega de kits de higiene bucal.

Além da Kaleo a viagem conta com a parceria do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) e Casa do Índio (Casaí), em Guajará-Mirim.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Roagora Fanpage

Comentarios