ALE 01 09
GOV 970x250 16 12 - 3

Através de jogos interativos, Energisa orienta população sobre cuidados com a rede elétrica

11 janeiro, 2022

Energisa Expo é evento gratuito aberto até dia 30 de janeiro no Porto Velho Shopping


Em 2021, onze pessoas morreram em Rondônia por terem encostado na rede elétrica de forma indevida. A quantidade de acidentes por contato indevido com a rede é cinco vezes maior do que comparado com 2020. As vítimas levaram choque elétrico ao encostar na rede diretamente, com varas ou outros objetos que funcionam como condutores. A explicação científica para os acidentes está nos experimentos que tratam de condução de energia da Energisa Expo. O experimento da pilha humana mostra como o corpo humano é um condutor de energia que, sem proteção, pode levar a morte.

Através de jogos interativos, Energisa orienta população sobre cuidados com a rede elétrica

Lenildson Santos, coordenador de Saúde e Segurança da Energisa, explica que o corpo humano conduz eletricidade devido a multiplicidade de compostos químicos que possui. “Esses sais junto com a água do nosso corpo conduzem eletricidade. Correntes elétricas com intensidade de 100 mA podem ser fatais, que podem ser conduzidas até por eletrodomésticos que temos dentro de casa. Por isso é preciso estar atento”, frisou. Por isso, profissionais que trabalham com eletricidade utilizam Equipamentos de Proteção Individual (EPI) específicos para isolá-los da eletricidade. Em locais energizados, como as subestações de energia, o acesso também somente é permitido exclusivamente para profissionais da concessionária utilizando os EPI’s.

Outro experimento mostra também o grau de condutividade de matérias-primas como ouro, cobre, alumínio, grafite e até madeira. Comum nessa época do ano, colher frutos como manga e caju pode ser uma atividade corriqueira que pode ser fatal. Algumas dessas árvores foram plantadas próximo a rede elétrica e podem esconder cabos de energia. Santos explica que antes de colher, é preciso observar se não há nenhum cabo de energia encostando na árvore. Caso identifique, não se aproxime e informe à Energisa a necessidade poda. A orientação é nunca utilizar hastes que conduzem energia como metal ou madeira. “A madeira é um material com baixa capacidade de condução de eletricidade. Porém, se estiver molhada ou úmida, ela pode sim conduzir energia e provocar acidentes”, afirmou.  O ideal é sempre utilizar hastes feitas de materiais isolantes como borracha para colher furtos de árvores longe da rede elétrica.

O coordenador salienta que não é preciso encostar nos cabos de energia para o choque elétrico acontecer. Utilizando a bobina de Tesla exemplifica como o ar também conduz eletricidade. “É necessário que haja uma tensão elétrica de 3 milhões de volts por metro para que ele se torne um condutor. E isso acontece próximo ao fio. Por isso, orientamos que não instalem antenas de TV e internet próximo aos cabos. Ou soltar pipas próximo a subestação ou poste”, frisou.

Na Energia Expo, essas e outras orientações do uso seguro da energia elétrica são apresentados de forma lúdica. Os visitantes podem testar seus conhecimentos sobre consumo consciente e segurança com a rede elétrica no Jogo do Sim ou Não. Cada resposta é marcada pelo jogador em um piso interativo e muito colorido. Santos afirma que a Energisa Expo é uma forma proporcionar orientação à população. “Reduzir a quantidade de acidentes depende da conscientização da população sobre os riscos com a rede elétrica”, ressaltou.  O evento gratuito está aberto até o dia 30 de janeiro no Porto Velho Shopping na capital.

Fonte: Assessoria

Roagora Fanpage

Comentarios