Esporte

Cristiano Ronaldo volta à seleção de Portugal após se recuperar da Covid

O atacante da Juventus foi incluído na lista de convocados divulgada pelo treinador Fernando Santos para três partidas neste mês

terça-feira, 24/11/2020

O craque Cristiano Ronaldo está de volta à seleção de Portugal após desfalcar a equipe em um jogo em outubro por ter sido infectado pela covid-19. Nesta quinta-feira, o atacante da Juventus foi incluído na lista de convocados divulgada pelo treinador Fernando Santos para três partidas neste mês – um amistoso contra Andorra e duelos decisivos pela Liga das Nações da Uefa contra França e Croácia.

No mês passado, Cristiano Ronaldo entrou em campo em um amistoso contra a Espanha, no dia 7, e contra a França, em Paris, pela Liga das Nações, quatro dias depois, mas foi cortado da seleção no dia 13 ao ter confirmado o resultado positivo para o novo coronavírus e não jogou contra a Suécia, em Lisboa, no dia seguinte.

Já recuperado da doença – foi assintomático e cumpriu o período de quarentena em sua casa na cidade de Turim, na Itália -, o atacante voltou ao gramados no último domingo, quando marcou dois gols na goleada da Juventus sobre o Spezia por 4 a 1, fora de casa, pelo Campeonato Italiano. Neste quarta-feira, ele foi titular na vitória também por 4 a 1 sobre o Ferencvaros, na Hungria, pela Liga dos Campeões da Europa.

A ausência na lista de convocados de Fernando Santos é o zagueiro brasileiro naturalizado português Pepe, atualmente no Porto, por conta de uma lesão. “Foi dado como indisponível pelos médicos”, afirmou o treinador da seleção.

LEIA TAMBÉM:

Com times desfalcados e atletas com sequelas, Champions tem explosão de Covid

Com duas rodadas para disputar na Liga das Nações, Portugal, que é o atual campeão, lidera o Grupo 3 com 10 pontos, os mesmos da França, enquanto que a Croácia, com três, e Suécia, ainda sem pontuar, já não têm qualquer hipótese de avançar à fase final – apenas o primeiro colocado se classificará. Por isso, o duelo contra os franceses, em Lisboa, no próximo dia 14, é decisivo.

“Decisivo é seguramente, só pode não ser se houver um empate por 0 a 0. Uma vitória de uma das equipes acaba com as dúvidas. Um empate sem gols leva tudo à última rodada. Um empate com gols penalizaria Portugal. Espero que isso não aconteça porque acredito no meu time. Acredito que vamos vencer perante um adversário muito difícil. Falamos do campeão da Europa contra o campeão do mundo. Não há favoritos nestes jogos”, completou Fernando Santos.

ESTADAO CONTEUDO

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar