Energisa
GOV 970x250 01 02

“Vizinhos não aguentavam ver a dor”, diz pai de bebê morto pela mãe; vídeo

10 março, 2022

A morte da bebê Maria Sofia da Silva Flora, de 1 ano e 10 meses, poderia ter sido evitada. É isso o que pensa a família paterna da menina, morta no dia 7 de fevereiro pela mãe, uma adolescente de 17 anos, e pelo padrasto, Mateus Monteiro do Nascimento, 20. Por mais de oito meses, o pai da menina tentou sem sucesso conquistar a guarda da criança.

“Vizinhos não aguentavam ver a dor”, diz pai de bebê morto pela mãe; vídeo

O pai de Sofia, João Vitor Silva Flora, fez uma peregrinação em busca da ajuda de autoridades. Ele acionou os conselhos tutelares de Cabo Frio, de Arraial do Cabo e de Santa Cruz, além da Defensoria Pública de Arraial do Cabo. Embora tivessem atuado de diferentes maneiras, os órgãos não conseguiram mudar a situação da bebê.

Ao Metrópoles, a família paterna da menina contou ter recebido denúncias de maus-tratos contra a criança. O pai chegou a publicar materiais no Facebook.

Veja vídeo de gravações que vizinhos enviaram ao pai de Sofia:

No Facebook, o pai diz que os vizinhos contaram que Sofia estava sofrendo maus-tratos e que a cada dia aparecia com um machucado diferente e, inclusive, estava com o braço quebrado.

“Os vizinhos contaram que estavam procurando alguém da família para contar o que Sofia estava passando, pois não aguentavam mais ver o sofrimento da menina”, disse João Vitor no Facebook.

Fonte: Metrópoles

Roagora Fanpage

Comentarios