GOV 01 09
ALE 01 09

Vizinho mata cantor com tiro no peito por causa de som alto

20 março, 2021

O homem foi preso e disse que ele e a vítima já tinham trocado agressões. Crime foi cometido com espingarda


Homem de 22 anos confessou o assassinato do cantor Johnny Alves de Lima, de 33 anos, em Maracanaú, na madrugada de sexta-feira, 19. Os dois eram vizinhos. Dionclecio Feitosa Pires, de 22 anos, foi preso na manhã deste sábado, 20.  Ele foi preso pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e confessou o crime. A arma foi encontrada.

Dionclecio morava vizinho ao restaurante “Buteco do Johnny Lima”, de propriedade da vítima. O artista e comerciante morava no local, na Avenida Onze, no bairro Jereissati II, no município de Maracanaú. O homem que confessou o crime relatou que eles haviam discutido algumas vezes por causa do som alto que o músico colocaria no estabelecimento. O preso afirmou que ele e a vítima chegaram a se agredir em outras ocasiões. Ele não tinha antecedentes criminais.

Vizinho mata cantor com tiro no peito por causa de som alto

A Polícia Civil localizou a arma utilizada no crime, uma espingarda calibre 12, além de estojos de munição e um silenciador. Todo o material apreendido e o suspeito foram encaminhados à Delegacia Metropolitana de Maracanaú (DMM), onde o homem foi autuado em flagrante por homicídio doloso.

LEIA TAMBÉM:

Sobrinho mata a tia, arranca o coração dela, coloca em sacola e leva o órgão para a filha da vítima

PC deflagra operação e prende latrocidas de ex-morador de Pimenta Bueno que foi morto degolado

Sobrinho que matou e arrancou o coração da tia, havia tentado matar a própria mãe

Menina de 11 anos fica grávida após ser estuprada; padrasto confessou o crime

“Pressentimento” da irmã ajudou polícia a desvendar assassinato de cabeleireiro enterrado embaixo de churrasqueira

O caso

Na madrugada desta sexta-feira, 19, o cantor Johnny Alves de Lima, de 33 anos, foi assassinado com um tiro no peito em frente ao próprio estabelecimento comercial. O restaurante “Buteco do Johnny Lima” fica localizado no imóvel onde o artista e comerciante morava, na Avenida Onze, no bairro Jereissati II, no município de Maracanaú.

Conforme as investigações, o músico guardava sua motocicleta, quando foi abordado pelo suspeito. A PCCE descobriu que o suspeito foi até o local do crime e ficou à espreita aguardando a vítima chegar. Quando ele apareceu, o homem efetuou um tiro na vítima e fugiu em seguida.

Fonte: REPORTER MT

Roagora Fanpage

Comentarios