Energisa
GOV 970x250 18 02

Vítimas de chacina em Vilhena são identificadas pela polícia

27 abril, 2022

Quatro pessoas foram alvejadas na noite desta terça-feira, 26 de Abril, na linha 140, próximo do balneário do seu Zé Cordeiro, na estrada próximo a ponte do Carlito, área rural de Vilhena.

Vítimas de chacina em Vilhena são identificadas pela polícia

Após trabalhos realizados pela Polícia Técnico-Científica (POLITEC) foram liberados a funerária de plantão os corpos de Matheus Vinicius Machado, 22 anos, e Dayene Pereira da Silva, de 17 anos, os quais morreram no local dos fatos.

Já na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) a funerária buscou o corpo da jovem Kamyla Cruz, de 19 anos, e que completária 20 anos no dia 30 deste mês. Ela que era esposa de Matheus e tem um bebê de um ano, fruto do relacionamento do casal.

Já o rapaz alvejado na mão e que não corre risco de morte foi identificado apenas como Rogério, o qual era namorado de Dayene e aparece na foto com ela, segurando uma arma de fogo. Ele possui várias passagens criminais.

Emboscada resultou em chacina:

Conforme apurado, as quatro vítimas haviam ido a um balneário para “banhar” e pouco antes de irem embora, criminosos que segundo o sobrevivente seriam da facção criminosa denominada Primeiro Comando da Capital (PCC) se aproximaram em várias motocicletas.

Os dois homens então, com suas esposas, tentaram fugir do local, sendo que Matheus e Kamyla estavam em uma das motocicletas e foram alvejados, tendo a mulher caído da moto e ele tentado evadir-se do local mesmo baleado, quando acabou caindo em uma curva.

Após sofrer a queda, parte dos atiradores se aproximaram de Matheus e o obrigaram a ficar de joelhos, sendo este alvejado com disparos na cabeça e morto no local.
Já Rogério e Dayene estavam em outra motocicleta, sendo que ao ser alvejada, a garota caiu ao solo e seu namorado abandonou a moto e correu para o matagal, sendo alvejado na mão.

Na sequencia aos fatos, os homicidas executaram Dayene e evadiram-se do local tomando rumo incerto, tendo a vítima Kamyla ficado agonisando na lateral da via.

Moradores da região acionaram a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, que constataram a morte de Matheus e Dayene ainda no local e socorreram Rogério e Kamyla ao pronto-socorro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

No entanto, apesar dos esforços das equipes médicas e de bombeiros, Kamyla acabou não resistindo e vindo ao óbito logo após os primeiros atendimentos. Rogério não corre risco de morte.

A Polícia Civil e Militar já apuram maiores detalhes do crime para investigar autoria e motivação da chacina, sendo que já há nomes de envolvidos no crime mantidos em sigilo para preservação da investigação.

A princípio, pelo menos parte das vítimas seriam integrantes do Comando Vermelho (CV) e o crime seria proveniente da guerra de facções, na qual a rival PCC tem conquistado espaço, executando membros da outra facção.

As vítimas teriam sido alvejadas por armas de calibre .40, uma vez que projéteis deste calibre foram encontrados pela área onde ocorreu o tiroteio.

Fonte: Rota Policial News

Roagora Fanpage

Comentarios