DestaqueRondônia

Rondônia soma mais de 1,5 mil focos de queimadas na 2ª semana de setembro; alta é de 4%

Entre 8 e 13 de setembro foram registrados 1.518 focos de fogo, enquanto que no mesmo período passado houve 1.457 pontos ativos. Registros são do satélite de referência do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

terça-feira, 29/09/2020

Rondônia somou 1.518 focos de queimadas entre os dias 8 e 13 de setembro de 2020. O valor é 4,1% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando o estado acumulava 1.457 pontos de fogo. Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) por meio do satélite de referência Aqua do Programa Queimadas.

A região segue na 4ª posição nacional dos estados que mais tiveram detecção de focos de queimadas nesses sete dias, ficando atrás do Pará (3.196), Mato Grosso (2.486) e Acre (1.584). O Amazonas está atrás de Rondônia com 1.243 pontos ativos.

Em ambos os períodos, a capital Porto Velho ocupa a primeira colocação no ranking dos municípios que mais apresentaram pontos de chamas. Na segunda semana de setembro deste ano, o município contabilizou 554 focos – representando 36,5% do total registrado no período em Rondônia. Já nesta mesma época em 2019 foram 540.

As cinco cidades que mais tiveram focos na segunda semana de setembro de 2020 foram:

  • Porto Velho – 554
  • Nova Mamoré – 248
  • Buritis – 98
  • Candeias do Jamari – 79
  • Cujubim – 78

A capital rondoniense também se destaca no ranking nacional sendo a segunda cidade com maior número de queimadas:

  • São Félix do Xingu (PA) – 693
  • Porto Velho (RO) – 554
  • Lábrea (AM) – 361
  • Altamira (PA) – 331
  • Gaúcha do Norte (MT) – 306
  • Cumaru do Norte (PA) – 295

Dos 1.518 focos registrados de 8 a 13 de setembro de 2020, 104 foram detectados em terras indígenas (entre elas as TIs Uru-Eu-Wau-Wau e Karipuna) e outros 240 nas unidades estaduais de conservação (incluindo a Resex Jaci-Paraná, que representa 76,7% do quantitativo).

Terras indígenas:

  • Pacaas Novas – 18
  • Rio Branco – 16
  • Igarapé Lage – 13
  • Karipuna – 10
  • Rio Negro Ocaia – 6
  • Sagarana – 6
  • Uru-Eu-Wau-Wau – 6
  • Resex Jaci Paraná – 184
  • Pes. Estadual Guajará-Mirim – 28
  • Resex Pedras Negras – 13
  • Resex Rio Preto Jacundá – 12

No acumulado de oito meses, entre 1º de janeiro a 31 de agosto de 2020, o número de focos de queimadas registrados em Rondônia teve queda de 42,1% também se comparado ao mesmo período do ano passado. São 3.876 focos ativos notificados contra 6.701 em 2019.

Porém, se a comparação for de um mês ao outro do mesmo ano, o quantitativo de focos de queimadas faz o caminho inverso. Julho de 2020 fechou em 428 pontos ativos captados, enquanto agosto terminou em 3.086. O aumento é de 621% entre os períodos.

G1 RO

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar