DestaquePolícia

Rapaz de 19 anos pula no Rio para fugir da polícia e morre afogado

A.F. estaria nas proximidades do rio usando drogas com mais dois amigos, quando a PM teria chegado atirando na região do bairro Praeiro

Cuiabá – MT  Um rapaz de 19 anos, identificado como A.F., foi encontrado morto na manhã deste sábado (15), vítima de afogamento, após pular no Rio Cuiabá, na noite dessa sexta-feira (14) para fugir de uma abordagem da Polícia Militar (PM), na região do bairro Praeiro, na Capital, onde a vítima estaria usando drogas com mais dois amigos.

De acordo com uma testemunha, os três rapazes estavam nas proximidades do rio, quando uma equipe da PM chegou atirando para o alto por volta das 22h.

Para tentar escapar da polícia e não serem pegos em flagrante com as drogas, os rapazes pularam na água.

Ainda segundo a testemunha, um deles conseguiu sair do rio a nado, sozinho. Outro foi ajudado por um pescador que passou de barco e o salvou.

A.F., que não sabia nadar, não foi encontrado após a confusão e estava desaparecido desde então, até seu corpo ser encontrado por volta das 10h deste sábado.

Uma equipe da Polícia Militar atendeu a ocorrência, isolou a área e acionou os órgãos competentes para dar andamento na ocorrência.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer a retirada do cadáver de dentro do rio.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) compareceu ao local para analisar as condições em que o corpo foi resgatado e apurar se o rapaz poderia ter sido vítima de violência.

Uma das versões de populares durante a noite é de que A.F. poderia ter sido atingido por um dos tiros da PM, mas essa hipótese foi descartada após o cadáver ter sido resgatado sem marcas de tiro.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia que vai confirmar, ou não, a morte por asfixia mecânica.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso e apura todos os fatos.

Outro lado

Em nota, a Polícia Militar informa que a Corregedoria vai instaurar procedimento investigatório para apurar a ação de abordagem feita por policiais militares no bairro Praeirinho, em Cuiabá, na noite desta sexta-feira(14). Informa que a apuração visa esclarecer as circunstâncias da ocorrência.

A instituição militar lamenta a morte do jovem, de 19 anos, que teria se atirado no rio Cuiabá ao perceber a aproximação da equipe policial no intuído de abordá-lo, atitude que o levou à morte por afogamento.

VEJA TAMBÉM:

Vizinho confessa ter matado e jogado corpo de criança em fossa

A PM lembra que abordagem, revista pessoal e a pesquisa do nome daqueles que estão sendo abordados junto aos sistemas judiciais e de segurança são procedimentos padrões na atividade policiais e estão entre as atribuições da instituição militar. A contrapartida esperada do cidadão é que acate a ordem de parada para abordagem mesmo porque quando não há comprovação de crime, porte de produto ilícito e/ou determinação judicial para prisão a liberação é imediata.

Fonte: Reportermt

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar