ALE 01 09
GOV 13 11

Quatro dos 25 assaltantes mortos em MG eram de Rondônia; um é assassino de empresário em Porto Velho

1 novembro, 2021

A Polícia Militar e a Polícia Rodoviaria Federal (PRF) realizaram uma mega operação conjunta e desmantelaram uma quadrilha de assalto a bancos de alta periculosidade, conhecida como “novo cangaço”, em Varginha, no Sul de Minas Gerais, neste domingo (31).

Quatro dos 25 assaltantes mortos em MG eram de Rondônia; um é assassino de empresário em Porto Velho

Vinte e cinco criminosos morreram em confronto com as polícias durante a operação, e vários ficaram feridos.

O confronto ocorreu em duas chácaras da cidade. Na primeira, 18 criminosos, foram mortos quando atacaram os policiais. Na segunda chácara, foram sete mortos.

A PRF informou, por meio de nota, que “a quadrilha possuía um verdadeiro arsenal de guerra sendo apreendidos fuzis, metralhadoras ponto 50, explosivos e coletes à prova de balas, além de vários veículos roubados.

Foram arrecadados ainda diversos “miguelitos” (objetos perfurantes feitos com pregos retorcidos usados para furar os pneus das viaturas policiais)”.

LEIA TAMBÉM:

Ciclista morre ao ser atropelado por táxi na BR-421 em Rondônia

Motorista sem CNH atropela e mata mulher e bebê de 6 meses no Brasil

Polícia prende quadrilha que matou idoso para roubar Hilux

Amarrado e pronto para ser morto, PM é resgatado das mãos de facção por colegas de farda

Mecânico é preso acusado de abusar de ao menos duas crianças

Homem que matou ex-esposa a machadadas em Colorado do Oeste é preso

Veja o momento em que mulher é executada durante assalto no próprio trabalho

Vídeo mostra acidente que matou casal e deixou bebê ferida

Veja o que aconteceu com jovem que traiu facção criminosa; cenas fortes

Os corpos dos criminosos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal, onde durante um trabalho de investigação apontaram que pelo menos quatro eram oriundos do estado de Rondônia, todos com passagens pelo sistema prisional, identificados como  Adriano Lopes ventura, Gerônimo da Silva Souza Filho, Munis Azevedo Nascimento e Welliton Gomes da Silva.

O suspeito Gerônimo estava sendo procurado pela Polícia Civil da delegacia de homicídios pela morte de um empresário em Porto Velho que era dono de um pet shop na região central da capital de Rondônia.

O caso ainda está sendo investigado e a qualquer momento mais detalhes de informações sobre uma das maiores ações da Polícia de Minas Gerais que resultou na morte de 25 assaltante e a apreensão de um arsenal de guerra.

Fonte: News Rondônia

Roagora Fanpage

Comentarios