Energisa
GOV 970x250 18 02

Polícia prende rapaz de 25 anos que assassinou ex-moradora de Vilhena com 12 facadas

1 junho, 2022

Ontem (terça-feira, 31), o vigilante Caio Claudino de Souza, de 25 anos, foi preso suspeito de ter matado a facadas a servidora do Tribunal Regional do Trabalho, Silvanilde Veiga, dentro do apartamento dela, localizado no condomínio Gran Vista, no bairro Ponta Negra, na zona Oeste de Manaus (AM). Na ocasião, Caio foi capturado na rua Central, no bairro Coroado, na Zona Leste da capital amazonense.

Polícia prende rapaz de 25 anos que assassinou ex-moradora de Vilhena com 12 facadas

O FOLHA DO SUL ON LINE publicou detalhes do violento assassinato e entrevistou parentes da vítima, que moram em Vilhena, onde ela própria residiu até o ano de 1984.

De acordo com informações do próprio Caio, no dia do ocorrido ele estava sob efeito de cocaína e seu filho estava doente. Foi quando ele teve a ideia de invadir o apartamento da vítima para conseguir dinheiro. Ele definiu a morte de Silvanilde como um acidente, por mais que tenha esfaqueado a mulher por mais de 12 vezes na região do pescoço.

O dia trágico, 21 de maio, ainda seria o primeiro dia de trabalho de Caio no condomínio. Ele estaria fazendo um extra no local pois estava tendo uma festa no residencial.

Ele foi preso somente após 10 dias do crime que chocou a cidade Manaus. Caio disse que se arrependeu, pediu desculpas publicamente e seguiu com os agentes da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

A servidora pública federal, Silvanilde Ferreira Veiga, diretora da 15ª Vara do Trabalho, em Manaus, foi assassinada na noite de sábado (21/05), dentro do apartamento onde morava, no condomínio Gran Vista, Ponta Negra. O corpo foi encontrado pela própria filha, Stephanie Viega de Miranda, por volta de 22h30.

De acordo com o boletim de ocorrência (BO) da Polícia Civil manauara, Stephanie mandou mensagens para o celular da mãe por volta de 22h. Como não houve qualquer resposta, entrou em contato com a portaria do prédio, que relatou que também não conseguia contato com Silvanilde via interfone.

“Ao chegar ao apartamento avistou a mãe estendida no chão, de bruços, deitada em uma poça de sangue. Tentou acionar o Samu, que só chegou ao apartamento às 23h06. A única coisa que sumiu do apartamento foi o telefone celular dela”, aponta o documento da polícia.

Um detalhe que chama atenção é de que não havia sinais de arrombamento na porta do apartamento, onde morava há mais de 10 anos. No apartamento também foi encontrada uma faca de inox.

Após as investigações, as câmeras de segurança do prédio foram divulgadas, mostrando o principal suspeito, Caio de Souza, saindo do condomínio com a farda suja de sangue. CLIQUE ABAIXO e assista o vídeo.

Fonte:

Roagora Fanpage

Comentarios