BANNER GOVERNO

Polícia prende oito acusados de sequestrar, torturar e matar por ordem do Comando Vermelho

15 dezembro, 2020

Oito pessoas foram presas e cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela polícia durante a primeira fase da Operação Fronteira Integrada, deflagrada na manhã desta terça-feira (15.12), em Cáceres (219 km de Cuiabá) e outros municípios da região Oeste do estado. O objetivo da operação é o combate aos crimes transfronteiriços e às facções criminosas.

Das pessoas presas, duas são suspeitas de praticar crime de tortura e de serem ligadas a facções criminosas que atuavam na região. De acordo com os delegados da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT) responsáveis pela operação, Alex Cuyabano e Juda Maali Pinheiro Marcondes, a investigação das pessoas ligadas ao grupo já estava ocorrendo, o que resultou no êxito da operação.

“Nós conseguimos detectar todos os integrantes desta facção, inclusive aqueles que atraíam as vítimas e fizeram com que elas ficassem em cárcere privado, além dos executores. E diante disso, nós representamos pela prisão preventiva e temporária, além de buscas e apreensões, onde conseguimos apreender provas, como celulares, dinheiro e objetos”, pontuou Juda.

“Atuamos com a nossa tropa ordinária, Força Tática, Grupo de Apoio e neste trabalho de integração com a Polícia Civil, Gefron, Ciopaer e demais forças de segurança para que tivéssemos êxito nessa grande operação”, disse Roveri.

A Polícia Militar de Mato Grosso (PM-MT) também atuou com o efetivo do 6º Comando Regional e da Força Tática. De acordo com o comandante da região, coronel PM César Augusto de Camargo Roveri, a integração das instituições de segurança pública foi fundamental para o sucesso da operação.

“Atuamos com a nossa tropa ordinária, Força Tática, Grupo de Apoio e neste trabalho de integração com a Polícia Civil, Gefron, Ciopaer e demais forças de segurança para que tivéssemos êxito nessa grande operação”, disse Roveri.

As atividades preliminares da operação iniciaram nesta segunda-feira (14.12) e seguem até o próximo domingo (20.12). De acordo com o secretário adjunto de Integração Operacional da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), coronel PM Victor Fortes, os primeiros resultados já começam a ser vistos.

LEIA TAMBÉM:

Jovem é baleado em Vilhena; ciúmes pode ser a motivação do crime

Caseiro de fazenda é morto a tiro durante roubo e criminosos fogem

Jovem é assassinada com 18 facadas pelo ex-marido

Adolescente é encontrada morta dois dias após fugir de casa

“Hoje nós vimos os primeiros resultados com um total de 13 mandados, entre prisão e busca e apreensão, além de várias ações ostensivas por parte das forças de segurança. A proposta da Sesp é levar mais segurança a região de fronteira e principalmente dar uma resposta imediata a qualquer ação de organização criminosa que possa causar transtornos à ordem pública”, disse Fortes.

 Índices

De acordo com o relatório do Observatório de Segurança Pública da Sesp-MT, a Região Integrada de Segurança Pública (RISP) 6, que reúne Cáceres e outros 11 municípios, teve uma apreensão total de drogas entre os meses de janeiro e setembro deste ano de mais de 1,6 tonelada, número 637% maior do que o mesmo período do ano passado, quando 222 kg foram apreendidos.

A operação integrada conta com integrantes da PM-MT, por meio do 6º Comando Regional e Força Tática; da Polícia Judiciária Civil (PJC), por meio da Delegacia Regional de Cáceres; do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron); do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT); da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) e do Sistema Penitenciário.

Fonte: Assessoria

Roagora Fanpage

Comentarios