DestaqueDestaque VilhenaPolíciaVilhena

Polícia prende homem de nacionalidade argentina por tentativa de estupro em Vilhena

Sérgio foi levado para a delegacia de Polícia Civil e apresentado ao delegado de plantão, onde foi flagranteado e deverá responder pelo crime a ele imputado.

O caso foi atendido e registrado na tarde desta quarta-feira, 25, pela Rádio Patrulha da Polícia Militar (PM), na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), de Vilhena.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do Extra de Rondônia, a vítima de 25 anos, procurou a Base do Pelotão de Trânsito da PM, na Avenida Major Amarante, no centro, e contou aos militares que estava em seu local de trabalho, quando chegou um homem de estatura alta e forte, com sotaque argentino, e pediu para utilizar o banheiro, tendo o suspeito percebido que a mulher estava sozinha, com isso, ele saiu e logo retornou e foi na direção da vítima e tentou molestá-la sexualmente.

Contudo, minutos depois chegou no local um companheiro de trabalho da vítima que percebeu a ação do suspeito e pediu para que ele saísse do local, em seguida, vitima e testemunha procuram a polícia.

Uma pessoa que estava trabalhando próximo ao local, disse aos policiais que o suspeito estava nas proximidades desde o período da manhã, importunando pessoas e assediando mulheres, inclusive havia tentado beijar uma a força.

Veja também  Jovem nascido em Colorado do Oeste está desaparecido há 20 dias em Porto Velho

De posse das informações, a Rádio Patrulha saiu a campo e localizou o suspeito nas proximidades. Sendo identificado como Sérgio Sebastian Morales, de 45 aos, de nacionalidade Argentina.

Sérgio foi levado para a delegacia de Polícia Civil e apresentado ao delegado de plantão, onde foi flagranteado e deverá responder pelo crime a ele imputado.

O suspeito vai responder pelo Art. 215. Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com alguém, mediante fraude ou outro meio que impeça ou dificulte a livre manifestação de vontade da vítima: Pena – reclusão, de 2 a 6 anos.

Fonte: Extra de Rondônia 

Artigos relacionados

Sua opinião é muito relevante para nós do site Roagora

%d blogueiros gostam disto: