Ale RO ate dia 7/04

PM morre após ser baleado quando tentava evitar assalto; veja os vídeos

6 dezembro, 2020

Na última sexta-feira (4), um policial militar identificado com Derinaldo Cardoso dos Santos, de 34 anos, foi morto ao tentar impedir um assalto a uma loja no centro de Mesquita, no Rio de Janeiro.

Derinaldo morreu ao ser atingido por um tiro na cabeça enquanto servia a população. Os bandidos fugiram e chegaram a roubar um veículo da prefeitura da cidade, levando ocupantes como reféns.

A vítima chegou a ser socorrida em estado gravíssimo, onde passou por uma cirurgia de emergência mas não resistiu. Ela faria dez anos de corporação no próximo mês, e deixa a esposa e dois filhos.

Veja vídeo:

‘Sacrificar nossa vida’

O militar tinha gravado um vídeo recentemente, no início de outubro, no qual fazia um desabafo após um colega morrer também em ação. O sargento Cirio Damasceno Santos foi baleado durante uma perseguição na avenida Brasil, na capital fluminense, no dia 12 de outubro.

“Quando entramos na Polícia Militar, juramos sacrificar nossas vidas em defesa da sociedade, em defesa de cidadãos que não nos conhecem, cidadãos muitas das vezes nos criticam. Mas isso não diminui a dor, não diminui o sentimento de perda todas as vezes que perdemos um irmão de farda. Estamos de luto, mas continuamos na luta”, afirmou, emocionado.

.

Outro comovente vídeo que viralizou pelas redes sociais nas últimas horas foi um do Cabo Cardoso com um dos filhos. Aparentemente, o militar chega à residência após um dia de trabalho e recebe o filho em seus braços.

Outras imagens mostram o agente com uma criança para celebrar o aniversário dela.

Homenagens e protesto

A prefeitura de Mesquita, cidade onde cabo Cardoso foi assassinado, decretou três dias de luto. “Lamenta e manifesta o mais profundo pesar pela morte do Cabo Cardoso, policial militar que foi covardemente assassinado enquanto desempenhava sua função de proteger a população na tarde de ontem, dia 4 de dezembro”.

LEIA TAMBÉM:

Cabo da PM é agredido em boate após confusão envolvendo capitão e policial penal

A gestão municipal ainda afirmou que o militar usava seu momento de folga para trabalhar no Programa Estadual de Integração de Segurança. “Perdemos não só alguém que lutava pela segurança e pelo bem-estar de toda a população do estado do Rio. Cabo Cardoso protegia, em especial, a população mesquitense e as pessoas que trabalham ou circulam pelo município.”

luto prefeitura de mesquita - PM morre após ser baleado quando tentava evitar assalto; veja os vídeos

Fonte: Bhaz

 

Roagora Fanpage

Comentarios