DestaquePolícia

PM de Rondônia suspende curso do BOPE após denúncias de torturas

Alunos tiveram que receber atendimento médico.

O Comando da Polícia Militar de Rondônia suspendeu o curso de Operações Especiais da corporação. Devido a supostas torturas sofridas pelos alunos durante as aulas no curso de BOPE. A decisão está na portaria 2760/2019, emitida no último dia 12 de abril deste ano pela corporação. Trinta e cinco alunos participaram do treinamento e alguns tiveram que passar por cuidados médicos.

O Rondoniaovivo recebeu algumas fotos de alunos que participaram do treinamento denunciando o tratamento a que foram submetidos por parte de seus superiores. Algumas dessas imagens chocantes mostram as marcas (cabeça e pés) deixadas pelas supostas torturas a que foram expostos esses policiais.

Veja + Menino de um ano morre afogado em balde com água em Cuiabá

No documento oficializando o encerramento do treinamento, o comandante da PM, Coronel Mauro Ronaldo Flores. Determina ao Corregedor Geral da Coorporação, a instauração de um Inquérito Policial Militar (IPM). Para apuração urgente de todos os fatos acontecidos no curso do BOPE com o levantamento das provas.

O texto ordena ainda que o Coordenador de Ensino explique, através de ofício. Os motivos que culminaram com o encerramento do curso. Outra determinação é de que sejam adotadas todas as ações necessárias para a juntada da documentação pertencente à referida atividade de ensino.

A Assessoria de Comunicação da Polícia Militar, procurada pelo Rondoniaovivo, informou que todas as denúncias estão sendo investigadas pela Corregedoria da corporação e que esse processo de apuração demora de 15 a 20 dias.

Fonte: Rondoniaovivo

PM de Rondônia suspende curso do BOPE após denúncias de torturas PM de Rondônia suspende curso do BOPE após denúncias de torturas PM de Rondônia suspende curso do BOPE após denúncias de torturas

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: