api 01 05
Ale 09-06 02

Passageiro de ônibus é flagrado com crânio de irmão em mochila

9 junho, 2021

A Polícia Civil apreendeu um crânio que estava na bagagem de mão de um homem estrangeiro que viajava de ônibus no interior de São Paulo. O homem, um boliviano, foi levado à delegacia para se explicar.

A apreensão ocorreu em uma fiscalização da Polícia Rodoviária em Itu (SP), na segunda-feira (7/6), por volta do meio-dia. O ônibus fiscalizado vinha de Campo Grande (MS) e se dirigia para a capital, São Paulo. As informações são do G1 Sorocaba e Jundiaí.

Passageiro de ônibus é flagrado com crânio de irmão em mochila

Em depoimento no 4° Distrito Policial de Itu, o boliviano explicou que o crânio pertencia ao seu irmão mais velho que morreu na Argentina. O corpo teria sido cremado, mas ele precisou transportar apenas a cabeça por uma tradição de sua cultura.

A reportagem afirma que a ossada foi apreendia para perícia e que o homem responderá por “transporte ou recolhimento de partes do corpo humano sem saber a procedência”.

Legislação brasileira

O transporte de cadáver no Brasil é regulamentado por legislação e, dependendo da causa de morte, uma autorização judicial pode ser necessária. Traslados internacionais ou entre estados podem ser custosos e burocráticos, com trâmites envolvendo até os consulados dos países envolvidos.

LEIA TAMBÉM:

Motociclista morre em colisão na T-18 com rua São Paulo, em Ji-Paraná

Jovem de Ouro Preto do Oeste morre 20 dias após o pai falecer em acidente de moto na BR-364

Na Câmara, Guedes é pressionado sobre ‘tratoraço’ e ataca governos anteriores

Apenado é executado a tiros em Porto Velho

Mulher de 27 anos é encontrada morta dentro de banheiro de ônibus

Após menino balear a si mesmo e atingir rosto da irmã com tiro de espingarda, pais serão indiciados

Facção tortura mulher acusada de ter relação com homem casado

Bombeiros localizam corpo de homem que morreu afogado durante pescaria

Jovem de 25 anos é assassinado a golpes de faca em boate

Se a família da pessoa morta não possui dinheiro para arcar com as despesas funerárias, o sepultamento ocorre no país onde está o corpo, seguindo a legislação local.

Costumes estrangeiros

Na Bolívia, se celebra a Festividad de las Ñatitas no dia 8 de novembro. Neste dia, as famílias homenageiam e agradecem a proteção de seus parentes mortos, expondo seus crânios com flores, doces, outros enfeites e muita música e até missas católicas.

 

Segundo reportagem da rede Telesur, o costume tem origem na cultura de indígenas pré-colombianos e, segundo a tradição, protege as famílias. Variações da tradição ocorrem em toda a América Latina. A festa mais famosa é a versão mexicana, chamada Día de los Muertos, cujos crânios enfeitados fazem sucesso em reproduções feitas com maquiagem e artigos de decoração.

O Metrópoles entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo para saber o destino do crânio e se as questões culturais do homem serão levadas em consideração no processo, mas, até a publicação desta reportagem, não havia recebido resposta.

Fonte: METRÓPOLES

Roagora Fanpage

Comentarios