ALE 01 09
GOV 970x250 16 12 - 2

Pai é suspeito de matar filhas e netos por ser contra casamento

20 outubro, 2021

Um homem paquistanês é suspeito de matar as suas duas filhas e os quatro netos depois de atear fogo à residência onde moravam porque as vítimas casaram contra a sua vontade, indicaram as autoridades policiais locais.

Pai é suspeito de matar filhas e netos por ser contra casamento

O suspeito, Manzoor Hussain, está sendo procurado pela polícia depois de ter ateado fogo à casa das irmãs Fauzia Bibi e Khurshid Mai, numa vila no centro do Paquistão.

No incêndio morreram as duas irmãs, um bebê de quatro meses (filho de Fauzia Bibi), três crianças de dois, seis e 13 anos de idade (filhos de Khurshid Mai) e um homem (marido de Mai), segundo indicou o responsável policial Abdul Majeed à Reuters.

Segundo a autoridade, Fauzia Bibi tinha se casado há cerca de 18 meses contra a vontade do pai – um casamento por amor, ao invés de um casamento arranjado. “O incidente é resultado da rivalidade entre as duas famílias por causa do casamento por amor”, indicou Majeed.

LEIA TAMBÉM:

Menina de 12 anos sequestrada há um mês em Rondônia é encontrada em sítio de MT com homem de 57 anos

BRUTALIDADE! Noiva é morta e enterrada com vestido de casamento

Avião cai em área de mata e sete pessoas morrem; veja vídeo

Garota aciona polícia e denuncia homem por estupro em condomínio

Homem é assassinado com mais de 15 tiros em Vilhena

Bebê de um ano é salva por policiais após ficar desacordada ao se engasgar em Cacoal

Cliente de bar é morto degolado após briga por causa de sinuca

Homem de 39 anos é executado a tiros em Porto Velho

‘Criança tentou correr para não ser estuprada e acabou morta’, revela assassino confesso em Rolim de Moura

Aposentado encontra filho de 31 anos morto a pauladas em Vilhena

O marido da outra irmã, Ahmad, único sobrevivente entre as duas famílias, disse à polícia que não estava em casa no momento do incêndio e que encontrou a residência em chamas quando regressou do trabalho, de madrugada.

A Comissão de Direitos Humanos do Paquistão sublinha que centenas de mulheres são assassinadas todos os anos por familiares no país por causa de casamentos contra vontade da família.

Fonte: Notícias ao Minuto

Roagora Fanpage

Comentarios