ALE 01 09
GOV 970x250 16 12 - 1

Pai e madrasta são presos por torturar criança de 7 anos

26 novembro, 2021

Um casal foi preso por suspeita de torturar um menino de 7 anos em Planaltina, no Entorno do Distrito Federal (DF). Segundo as investigações, pai e madrasta agrediam a vítima constantemente, que era espancada e mal alimentada.

Pai e madrasta são presos por torturar criança de 7 anos

A prisão ocorreu na última terça-feira (23/11), mas o caso já vem sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar e pela Polícia Civil há meses.

O garoto era torturado dentro da própria casa, onde convivia com outros quatro irmãos, filhos biológicos da madrasta, que está grávida. A vítima era fruto de um relacionamento extraconjugal do pai e apresentava uma série de ferimentos pelo corpo.

O laudo pericial indica que a criança tinha marcas de queimaduras nos braços, provavelmente provocadas por água fervente. Também foram identificadas lesões contundentes e cortantes por todo o corpo, além de edemas na cabeça, de acordo com o delegado Lucas Rocha.

As feridas pelo corpo do garoto tinham um tipo específico de cicatrização, o que indica que eram provocadas constantemente.

Vizinhos ficaram indignados com a violência e chegaram a denunciar o caso. Um morador conseguiu filmar uma dessas agressões, que mostra de longe uma pessoa dando um tapa no garoto.

No momento da prisão, todas as crianças estavam sozinhas trancadas dentro de casa, segundo o delegado. O mais velho tem 12 anos. O Conselho Tutelar vai providenciar um lar temporário para elas. A mãe biológica da vítima seria uma andarilha e não foi localizada.

“Antes de apresentar a prisão preventiva, fizemos um interrogatório com o pai e a madrasta. Eles confirmaram que agrediam a criança e aparentavam estar tranquilos, como se aquilo fosse normal. Relataram que a criança era muito bagunceira e levada, que seria necessário corrigi-la”, contou o delegado Lucas Rocha ao Metrópoles.

Fome

Os investigadores também constataram que além de ser torturada, a criança estava subnutrida. O menino de sete anos pesada apenas 20 quilos, sendo que o normal seria por volta de 35 quilos.

A madrasta e o pai teriam justificado que a criança tinha problemas intestinais, pois isso davam menos alimento. Segundo relato do delegado, quando o garoto chegou ao conselho tutelar, relatou que estava há mais de 48 horas sem se alimentar.

Fonte: METRÓPOLES

Roagora Fanpage

Comentarios