BANNER GOVERNO

Mulher relata agressões em bilhete de matrícula do filho e pede: ‘Não me ignore’

11 fevereiro, 2021

Na última segunda-feira (08), uma mulher, de 28 anos, pediu ajuda relatando agressões físicas cometidas pelo seu companheiro em um bilhete entregue no meio de documentos do filho do casal durante a matrícula escolar do menino, realizada na escola estadual Laura Dantas, no bairro do Farol, em Maceió.

A direção da escola acionou a Polícia Militar, que prendeu o acusado em flagrante por violência doméstica.

O bilhete de socorro trazia a seguinte mensagem: “Por favor, me ajude. Estou sendo espancada. Não posso falar. Estou com hematomas na perna e meu filho foi seriamente sofrido (sic) por psicológico. Ele me bateu com o facão. Me ajude, ele não me deixa falar, me ameaça toda hora. Não consigo mais ficar calada, eu me cansei. Não me ignore”.
Mulher relata agressões em bilhete de matrícula do filho e pede: ‘Não me ignore’

LEIA TAMBÉM:

Segundo o UOL Universa, a vítima entrou na escola junto com o filho, e o homem ficou na porta. Ela entregou o bilhete junto com a documentação à servidora do estado, que saiu e foi até a direção. Imediatamente, a direção da escola acionou a equipe de Policiais Militares do Batalhão de Polícia Escolar, que estava no Centro Educacional de Pesquisa Aplicada. O agressor foi preso ainda na calçada do colégio e não esboçou reação.

A mulher relatou que nos últimos dias tinha sido espancada pelo esposo, inclusive com uso de um facão, e que tudo aconteceu na presença do filho do casal, que segundo ela, está traumatizado. Ela também contou que sofria agressões físicas e era ameaçada constantemente para não procurar a polícia.

Fonte: Uol

 

Roagora Fanpage

Comentarios