Ale RO ate dia 7/04

Mulher morre após acidente em academia de treino funcional

11 março, 2021

Uma mulher de 47 anos morreu depois de sofrer um acidente em uma academia de treino funcional em Linhares, no Norte do Espírito Santo.

Duda Vervloet passou 17 dias internada após sofrer uma lesão na coluna e morreu no último sábado (6). O Conselho Regional de Educação Física (CREF) informou que o caso será investigado.

De acordo com informações de testemunhas, Duda teria lesionado a coluna ao cair de uma caixa de madeira durante um exercício. O dono da academia, Ricardo Smarzaro, que também é médico ortopedista, relatou que quando ela caiu, bateu a cabeça no chão e uma vértebra saiu do lugar.

Mulher morre após acidente em academia de treino funcional

De acordo com o médico, Duda sentiu dores imediatamente e perdeu a sensibilidade.

“Na hora, ela perdeu sensibilidade, o movimento das pernas, e estava sentindo muita dor nos braços. Depois, ela começou a ter um pouco mais de edema por causa do choque e perdeu um pouco dos movimentos das mãos”, disse Smarzaro.

Depois de ser socorrida, Duda ficou internada em um hospital particular de Linhares e passou por uma cirurgia no dia 22 de fevereiro, mas o quadro de saúde piorou e ela continuou na UTI.

Smarzaro informou que no pós-operatório imediato, Duda apresentou melhora na sensibilidade. No entanto, o que aconteceu depois da cirurgia ainda é um caso desconhecido pelos médicos.

LEIA TAMBÉM:

AGRESSÃO: Menina de 13 anos agride e ameaça cortar a mãe em pedaços

Ladrão é preso após invadir casa de policial e fazer mulher refém

Agricultor mata cachorro de vizinho a pedrada após animal urinar em sua botina

Pai de Duda Reis sobre Nego do Borel: ‘Não passa de um merda’

Mãe reencontra os filhos que haviam sido raptados pelo pai, mais de um ano depois em Jaru

Menina de 5 anos rejeitada por pais adotivos morre após cair de cama em abrigo

“Até hoje estamos buscando uma resposta, porque nenhum dos médicos soube explicar o que aconteceu com ela. Ela teve uma complicação respiratória e vascular tão grande que levou ela à UTI após a cirurgia”, explicou.

A família de Duda não quis se manifestar sobre o caso. O CREF informou que vai abrir uma sindicância para apurar a conduta ético profissional dos envolvidos.

Fonte: Araguaianoticia

Roagora Fanpage

Comentarios