DestaqueEsporteGaleria de Videos

Modelo que acusa Neymar de estupro: “Quero que ele pague pelo que fez”

Najila Trindade se manifestou publicamente, pela primeira vez, após prestar depoimento contra o jogador

A modelo Najila Trindade, 26 anos, falou publicamente pela primeira vez ao Jornal SBT Brasil sobre a acusação de estupro que fez contra Neymar Jr. na sexta-feira (31/05/2019). De acordo com ela, o jogador de futebol, além de violá-la sexualmente, a agrediu durante encontro em um hotel luxuoso em Paris, na França. Segundo conta, a relação deixou de ser consensual no momento em que afirmou que não faria sexo sem preservativo.

A Roberto Cabrini, Najila admitiu que o atacante do Paris Saint-Germain pagou sua passagem e sua estadia na capital francesa. “Conversei com ele como uma pessoa comum, era intuito sexual, era um desejo meu [encontrar com ele]. Ele perguntou quando eu poderia ir, e eu disse que, por questões financeiras e de trabalho, não poderia”, afirmou.

Neymar, portanto, teria se disponibilizado a pagar as despesas de Najila. Contudo, ao se encontrarem, o jogador a teria agredido. Na entrevista, a modelo disse ter pedido para ele parar, mas o atleta teria insistido na violência.

“Ele estava agressivo, totalmente diferente do cara que conheci nas mensagens. Como eu tinha muita vontade de ficar com ele, pensei em manejar, após beijos e carícias. Como não tinha camisinha, não quis concluir. E foi quando ele me despiu. Daí começou a me bater. Quando machucou, eu falei: ‘Para, está doendo’. Ele disse: ‘Desculpa, linda’. Disse que não ia acontecer nada por falta de preservativo. Ele me virou, cometeu o ato, ele me bateu. Eu falei: ‘Para, não’. Eu falei. Ele não se comunicava. Só agia”, descreveu.

Najila afirma que só se deu conta da violência após a saída do jogador. “Quando eu me levantei e fui para o banheiro, eu não acreditei. Não consegui falar nada. Fiquei em estado de choque. Ele levantou, foi para o banheiro. Quando ele entrou por uma porta, eu saí por outra. Ele foi embora e eu entendi o que tinha acontecido, então eu quis fazer justiça. Quero que ele pague pelo que fez”, revelou.

“Não houve tentativa de extorsão como o pai dele diz. Eu tenho uma dívida de R$ 4 mil na escola onde estudo, mas não queria dinheiro. Eu não iria me expor dessa forma para arrancar dinheiro do Neymar. Desculpa, eu não preciso disso”, concluiu.

Imagem de agressão
Uma imagem em que Neymar Jr. é flagrado dando um chute na cabeça de Najila foi divulgada nesta quarta-feira (05/06/2019) pelo Cidade Alerta, da RecordTV. Ao programa, o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, confirmou a veracidade da foto. “A imagem fala por si só. As pessoas conseguem ver que foi uma armadilha”, disse.

Modelo que acusa Neymar de estupro: “Quero que ele pague pelo que fez”

Segundo o patriarca da família Santos, o filho buscava se defender de uma investida da modelo, que teria tentado acertá-lo com uma garrafa de vidro. “Isso é um vídeo que foi ‘printado’. É um vídeo que vai provar que o Neymar foi agredido. Ela provoca uma agressão para que ele pudesse revidar. Quando ele percebe que está acontecendo uma armação, uma armadilha, ele se joga para trás na cama, porque ia levar uma garrafada”, disse.

De acordo com o pai, o jogador se encontrou uma segunda vez com a mulher, mas foi embora ao notar que havia um celular apoiado em um móvel, supostamente para filmar o ambiente.

Veja +  Neymar grava vídeo e rebate acusação de estupro e expõe conversa íntima

Fonte: Metropoles

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Close
%d blogueiros gostam disto: