GOV 01 09
ALE 01 09

Menino de 4 anos é encontrado com marcas de espancamento e queimaduras de cigarro

6 agosto, 2021

Um menino de 4 anos foi encontrado pelo Conselho Tutelar na noite de quinta-feira (05) com marcas de queimadura de cigarro nas pernas e várias marcas de espancamento pelo corpo, no bairro Jardim Alá, em Várzea Grande. O menor passou por exames e, em seguida, foi devolvido para os responsáveis.

Menino de 4 anos é encontrado com marcas de espancamento e queimaduras de cigarro

De acordo com a Guarda Municipal, as equipes foram acionadas após denúncia de maus tratos contra a criança. No local, os agentes primeiro encontraram os avós da criança, que disseram que não sabiam das agressões, e relataram que ela morava na casa ao lado.

Na outra residência, os guardas foram recebidos pela mãe do menino. Ao ser questionada sobre as agressões, ela disse que saiu para o trabalho por volta das 6h10 e só soube do fato quando chegou, pela noite.

Ela mostrou a criança, que estava com várias lesões pelo corpo, como de queimadura de cigarro nas pernas, várias marcas de espancamento e um chupão no pescoço.

Os agentes perguntaram para os avós o motivo de não terem denunciado os maus tratos antes, e eles alegaram que souberam por volta das 9h de quinta-feira, e esperaram a mãe do menor chegar para contar.

LEIA TAMBÉM:

Motorista acende cigarro após passar álcool em gel nas mãos e incendeia carro

Jovem é preso suspeito de matar adolescente de 15 anos em Jaru, RO

Menino de 12 anos é detido ao ameaçar matar avós por causa de dinheiro para droga

Pai de um casal de filhos, homem que morreu no Rio São Miguel é encontrado; veja vídeo

Acidente entre carreta e ônibus deixa 37 feridos

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de quatro anos

Avó e mãe são presas após manterem menino autista em canil

Menino de 5 anos foi parar em casa de prostituição á procura da mãe em Machadinho do Oeste, RO

Diante dos fatos, a criança foi levada para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito e ficou sob os cuidados do Conselho Tutelar.

A mãe e os avós foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Várzea Grande, onde foram ouvidos e liberados. Em seguida, a criança foi devolvida para os responsáveis.

Não há informações sobre quem tenha causado as lesões na criança.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

Fonte: Repórter MT

Roagora Fanpage

Comentarios