Ale RO ate dia 7/04

Menina acusa mãe de dopá-la para facilitar abusos do padrasto

6 abril, 2021

Os dois suspeitos foram localizados e levados para esclarecimentos na Delegacia de Polícia Civil, onde negaram as acusações.


Uma mulher de 40 anos está sendo investigada após ser acusada pela própria filha, de 12, de facilitar os abusos cometidos pelo padrasto da menina. Segundo a vítima, a mulher teria oferecido um remédio que a deixou sonolenta.

Dopada, ela teria então sido violentada pelo marido da mãe, um homem de 34 anos.

O caso ocorreu em Três Marias, a 265 km de Belo Horizonte. O casal foi levado à delegacia da cidade para prestar depoimento e irá responder em liberdade. Foi a própria vítima quem compareceu à unidade para fazer a denúncia, acompanhada da avó.

Menina acusa mãe de dopá-la para facilitar abusos do padrasto

Os dois suspeitos foram localizados e levados para esclarecimentos na Delegacia de Polícia Civil, onde negaram as acusações. Na casa da vítima, foram apreendidos os celulares dos dois e uma caixa de remédios para investigação.

Segundo a polícia, eles devem responder em liberdade, uma vez que não havia exame de corpo de delito para justificar a prisão em flagrante. A mãe da pré-adolescente possui passagens na polícia por ameaça.

LEIA TAMBÉM:

Recém-nascido é encontrado dentro de caminhão de lixo e por pouco não é prensado

Polícia Militar interrompe festa clandestina em chácara em Pimenta Bueno – Veja Vídeo

Pai é acusado de abusar da filha de apenas 03 anos

Homem conta como matou tia – ‘Enfiei um rodo na garganta dela’

Três pessoas são presas após PM encontrar droga escondida em bateria de carro em RO

Psicólogo é preso por estuprar criança durante consulta

Bebê de 2 meses tem afundamento do crânio após ser torturado pelos pais

Já o padrasto ainda não tem ficha. A vítima foi encaminhada a um hospital na cidade Sete Lagoas, onde recebeu atendimento. Até o momento, ela não prestou depoimento.

A Delegacia de Polícia de Três Marias e o Conselho Tutelar estão acompanhando o caso. Dados do Disque 100, o serviço de denúncias do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, apontam que, em 2019, foram feitos 1.735 denúncias de abuso infantil em Minas Gerais. Em todo o Brasil, este número é de 15.316. As informações também apontam que 3.092(14,3%) denúncias tem acusações contra padrastos e 2.133 (9,87%), contra mães das vítimas.

Fonte: REPORTER MT

Roagora Fanpage

Comentarios