DestaquePolícia

Médico condenado por morte e 15 estupros de pacientes em Rondônia tem registro cassado

Ariquemes – RO  O Conselho Regional de Medicina do Amazonas (CRM-AM) cassou o registro do médico Pedro Augusto Ramos da Silva. Em 2016, ele foi condenado a 130 anos de prisão por abuso sexual de 15 pacientes durante exames ginecológicos em Ariquemes (RO), na região do Vale do Jamari. Além disso, ele tem uma condenação prévia por homicídio culposo de um bebê no Acre.

A cassação do registro de Silva foi publicada no Diário Oficial do Estado de terça-feira (22). Conforme a publicação, a condenação tem base nos artigos 30, 38 e 40 Código de Ética de Medicina, que proíbem:

Usar da profissão para corromper costumes, cometer ou favorecer crime.

Desrespeitar o pudor de qualquer pessoa sob seus cuidados profissionais.

Aproveitar-se de situações decorrentes da relação médico-paciente para obter vantagem física, emocional, financeira ou de qualquer outra natureza.

Ao G1, o CRM-AM informou que o Processo não transitou nesta jurisdição e que a publicação é cumprimento da decisão do Tribunal Pleno de Ética do Conselho Federal de Medicina (CFM), que determina que a publicação deve ser realizada em todos os Regionais onde o referido profissional possui registro.

 

Fonte: G1/RO

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: