BANNER GOVERNO

Marido mata mulher e enterra corpo em fazenda

22 novembro, 2019

Hudson Cláudio Monteiro Nunes, 48 anos, foi preso numa fazenda do município de Torixoréu (568 km da Capital), na tarde de terça-feira (19), após confessar à polícia o assassinato da esposa, a comerciante Soraya Monteiro, 43 anos, por asfixia.

Ele disse que tinha se arrependido do crime e levou os policiais onde enterrou o corpo da mulher no sábado (16), dia que cometeu o homicídio e enterrou o copo numa propriedade onde seu pai trabalha.

“Quando nós chegamos lá [no trabalho do acusado], a partir do momento que passamos todas as informações que tínhamos e de forma contundente relacionava ele ao crime, já falou que estava arrependido, muito cansado de toda essa situação e passou todas as informações necessárias para que pudéssemos chegar e solucionar o caso”, explicou o sargento da PM Emanuel.

Hudson disse à polícia que matou a esposa num momento de fraqueza, pois, havia comentários de que a mulher estava o traindo. Durante a briga, o acusado afirma que ela confessou que tinha um caso extraconjugal.

A Polícia Militar (PM) acompanhou o trabalho de perícia da equipe da Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica), que retirou o corpo da cova rasa onde estava enterrado para as análises e, em seguida, encaminhar ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia.

Entenda o caso

As investigações apontaram para o trabalhador rural após o filho do casal ir até à delegacia na manhã de domingo (17), com o pai, denunciar o desaparecimento da mãe.

O rapaz mostrou na delegacia supostas mensagens que teria recebido de Soraya na madrugada, quando a mãe teria dito que estava a caminho do Rio de Janeiro porque tinha conhecido outra pessoa. O filho pediu então que ela ligasse ou mandasse áudio, o que não foi feito.

Segundo o delegado de Barra do Garças, Adilson Gonçalves, responsável pela investigação do feminicídio, as mensagens continham erros grosseiros de português, erros que a vítima não cometeria, o que já levantou suspeita de que alguém estaria se passando por ela.

A Polícia investiga agora se houve premeditação do crime, já que indícios apontam que o assassino saiu da fazenda no sábado, chegou em Torixoréu por volta das 20 horas, quando deixou o carro escondido nas proximidades do Estádio Municipal e se escondeu em cima de uma árvore esperando a esposa sair de casa.

Quando Soraya saiu de motocicleta, Hudson não conseguiu descer rápido da árvore e perdeu a mulher de vista. Mais tarde encontrou o veículo da vítima próxima à residência da pessoa a qual, segundo ele, a mulher estava tendo um caso.

Quando ela deixou a casa do suposto amante, ele a flagrou e começaram a brigar no caminho para casa. Na residência do casal, houve nova briga na sala, quando ele a segurando pelo pescoço cometeu o estrangulamento.

Ele então colocou o corpo da mulher no banco traseiro do carro, chegou à fazenda por volta das 23 horas, fez a cova e a enterrou.

Veja também DESCUIDO FATAL! Menina de 2 anos morre após garrafa de álcool explodir em fogão a lenha

Na madrugada o acusado já estava passando mensagem para os filhos, se passando pela mãe deles, dizendo que estava indo para o Rio de Janeiro porque tinha conhecido outra pessoa.

Hudson está preso na delegacia de Barra do Garças, onde o crime foi registrado por feminicídio e ocultação de cadáver, à disposição da Justiça.

Veja o vídeo

https://www.facebook.com/araguaianoticia/videos/502326387031458/

Fonte: Reportermt

Roagora Fanpage

Comentarios