Energisa
GOV RO RURAL 970x250 01 05

Mãe denuncia que filha de 13 anos foi estuprada pelo tio em Rondônia

23 janeiro, 2022

Uma moradora de Surpresa, distrito de Guajará-Mirim (RO), denunciou à Polícia Militar (PM) que a filha de 13 anos foi abusada sexualmente pelo tio. O suspeito, de 26 anos, conseguiu fugir antes da chegada da polícia.

Mãe denuncia que filha de 13 anos foi estuprada pelo tio em Rondônia

De acordo com o boletim de ocorrência, a mãe suspeitou dos abusos quando flagrou a menina saindo do quarto do tio de forma estranha. O suspeito negou que tivesse feito algo, mas a mãe achou as roupas íntimas da criança na janela do quarto e decidiu chamar a polícia.

À polícia, a vítima confirmou que estava indo até o banheiro e quando passou na frente do quarto do tio ele a puxou, tampou sua boca e tirou suas roupas. Até que percebeu um barulho indicando que alguém se aproximava e mandou a menina sair sem dizer nada.

Ela contou também que não é a primeira vez que o tio comete o crime. Segundo a vítima, ela não tinha coragem de contar nada aos pais porque era ameaçada por ele.

Quando a irmã do suspeito, mãe da vítima, percebeu o crime e decidiu chamar a polícia, ele começou a ameaçá-la dizendo que iria colocar fogo na casa com todos os moradores dentro ou mandaria integrantes de uma facção criminosa para matar todos.

Quando a equipe policial chegou ao local, o homem já havia fugido. Testemunhas informaram que viram ele em uma embarcação no rio Guaporé, carregando consigo uma motocicleta.

Transporte aéreo

Como só é possível chegar ao distrito de Surpresa através do rio ou por via aérea, a PM pediu reforços do Núcleo de Operações Áreas para com apoio de um helicóptero encaminhar a vítima e um responsável até Guajará-Mirim (RO).

Em Guajará a menina deve passar por procedimentos médicos, como exame de corpo de delito, acolhimento psicológico e também deve prestar depoimento na delegacia da Polícia Civil.

Segundo observado pelos policiais, a vítima apresenta um quadro depressivo, possivelmente causado pelas situações de violência que já sofreu.

O tio da menina é considerado foragido e poderá responder por estupro de vulnerável. A Polícia Militar realiza diligência na região de Guajará-Mirim para tentar localizá-lo.

Fonte: G1

Roagora Fanpage

Comentarios