BANNER GOVERNO

Mãe de policial que atua em Vilhena, é morta a pauladas em Chupinguaia; Suspeito foi preso mas nega o crime

18 fevereiro, 2021

A mãe de um soldado da Policia Militar foi assassinada, na noite de quarta-feira (17) no distrito de Novo Plano, pertencente ao município de Chupinguaia.

Segundo as primeiras informações, a mãe do militar Odair Resna, que atua em Vilhena, residia no distrito e foi agredida por um homem conhecido apenas como “Baco Baco” com uma paulada na região da cabeça.

Ainda segundo informações, uma testemunha ouviu o momento em que Teresa, como era conhecida, teria gritado: “não, Baco Baco” e logo em seguida também ouviu o barulho do golpe.

LEIA TAMBÉM:

Corpo de homem é encontrado sem cabeça em margens de rio no MT

GRAVÍSSIMO: Idoso tem afundamento de crânio após acidente na BR-364 com veículo oficial

Mulher é flagrada furtando peças de picanha em supermercado

Menina de 03 anos espancada pela mãe, passa por cirurgia em Cacoal; mãe e padrasto estão presos e possibilidade de estupro não é descartada

Grávida de 08 meses e seu companheiro são assassinados a tiros em Vilhena

Devido a violência da pancada desferida contra ela, Maria Teresa Resna sofreu um afundamento de crânio e morreu no local. O acusado pelo crime, identificado pelas iniciais Pedro B. P., 58 anos, mais conhecido como “Baco Baco”, foi preso logo após o crime. Ela negou as acusações.

Segundo o registro do caso, apesar de uma testemunha ter afirmado que viu a vítima conversando com Pedro no quintal da residência, localizada na Rua Mato Grosso, onde aconteceu o fato, e logo em seguida ouvir os gritos da mulher dizendo “não, Baco Baco, não, Baco Baco”, seguido de um barulho, o principal suspeito, que foi preso em casa sem resistência, nega que tenha sido o autor do golpe que causou a morte da mulher por afundamento de crânio.

Ainda na mesma noite, um segundo suspeito, de 34 anos, que é apenado e que foi visto saindo correndo do local com os chinelos nas mãos, também foi localizado pela Polícia Militar dormindo em casa, mas assim como “Baco Baco”, nega que tenha cometido o crime, alegando que naquele momento caminhava em uma linha distante do local dos fatos.

Conduzidos para a Delegacia de Vilhena, somente “Baco Baco” foi flagranteado pelo delegado de plantão pelo homicídio de Maria Teresa, que segundo informações extraoficiais, já teria sido sua namorada.

 

Fonte: Folha do Sul

Roagora Fanpage

Comentarios