Cleonice Marques era a matriarca da família Vidal, que foi brutalmente assassinada por Lázaro.


A Polícia Civil do Distrito Federal informou, nesta terça-feira (29), que há indícios de que Cleonice Marques, de 43 anos, foi estuprada e cortada ainda viva por Lázaro Barbosa. Cleonice era a matriarca da família Vidal, que foi brutalmente assassinada pelo maníaco.

Laudo indica que Cleonice foi cortada ainda viva e estuprada por Lázaro

De acordo com o laudo da PCDF, Cleonice teve a orelha decepada enquanto ainda estava viva e foi executada com um tiro na cabeça. Nem a bala e nem a orelha foram encontradas.

Segundo o delegado Raphael Seixas, de Ceilândia (DF), foi possível ligar Lázaro à chacina da família Vidal por causa de uma digital encontrada em uma porta de vidro da chácara onde a família morava. Seixas afirmou que o material genético encontrado em Cleonice será comparado ao de Lázaro.

LEIA MAIS:

Familiares de Lázaro criticam polícia: “Por que não atiraram nas pernas dele?”(Abre numa nova aba do navegador)

Melhor amigo de Lázaro na Bahia: “Mato é quintal para ele”

– Há indícios de violência sexual e o exame vai determinar o que aconteceu exatamente – explicou o delegado.

Fonte: G1