banner Api 01/05

Jovem morre após churrasqueira explodir e deixá-lo com 80% do corpo queimado

17 abril, 2021

Vítima ficou internada por menos de uma semana e não resistiu aos ferimentos. Acidente aconteceu em uma fazenda em Eldorado.


BRASIL -O empresário de iniciais [[M. C.]], de 29 anos, morreu após ter 80% do corpo queimado em uma explosão, ao tentar acender uma churrasqueira com álcool em Eldorado, no interior de São Paulo. A vítima ficou internada por menos de uma semana e não resistiu aos ferimentos, segundo apurado pela reportagem nesta sexta-feira (16).

De acordo com a Polícia Civil, o jovem morreu na madrugada de quinta-feira (15). Ele foi socorrido e internado no Hospital Geral Vila Penteado, na capital paulista, com queimaduras de 2º e 3º graus em 80% da superfície corporal, mas, depois de cinco dias, não resistiu.

Jovem morre após churrasqueira explodir e deixá-lo com 80% do corpo queimado

O caso foi registrado no 13º Distrito Policial de São Paulo como morte suspeita ou acidental.

De acordo com um amigo do empresário, o funcionário público [W. B.], de 40 anos, a vítima estava em uma fazenda no bairro Batatal, junto com outros dois colegas, quando o acidente aconteceu, no último sábado (10). Seu amigo [W. B.] explica que foi convidado a ir até o local, mas desistiu de última hora.

Ele relata que foi informado do acidente pelos colegas em comum. O jovem tentava acender a churrasqueira quando jogou o álcool. No momento em que colocou a substância inflamável, houve uma explosão, e ele ficou gravemente ferido. “Eu sempre mandava ele ter cuidado. Ele levou álcool e foi acender, quando virou, tudo explodiu”, conta o amigo.

Os dois colegas que estavam no local ajudaram a resgatá-lo às pressas e a levá-lo a um hospital. Segundo a prefeitura, ele foi por conta própria até o Pronto Atendimento Municipal, onde recebeu os primeiros atendimentos.

LEIA TAMBÉM:

Idoso morre após pisar em armadilha em Rondônia

Jogador de 23 anos morre ao bater carro de frente com ônibus

Jovem de 21 anos é morto a tiros no bairro Primavera, em Ji-Paraná

Motorista morre em violenta colisão com carreta na BR-364

TRÁGICO! Criança morre após prender pescoço em correntes de balanço

Jovem de 21 anos morre ao bater moto contra carreta estacionada em Nova Mutum

Identificadas vítimas que morreram em acidente entre carreta e caminhonete

Filho morre em acidente após ter atitude gentil; pai havia aconselhado um dia antes

Ciclista que atua em Rondônia desde os anos 90 morre vítima de covid-19

Trabalhador é soterrado em vala de 2 metros de profundidade; bombeiros fazem resgate

Em seguida, o jovem foi transferido em uma ambulância para o Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua, em Pariquera-Açu. De acordo com [W. B.], o amigo precisou passar por uma cirurgia de emergência na unidade antes de ser transferido para a capital. Apesar dos cuidados e do socorro, o empresário não resistiu aos ferimentos. Emocionado, o amigo o homenageou nas redes sociais.

“Nenhum adeus é fácil de dizer, mas quando sabemos que a despedida é eterna, a dor torna-se insuportável. Você se foi, e de repente tudo na vida de seus familiares e amigos perdeu cor e alegria”, escreveu o funcionário público.

O amigo relata que a vítima, que era morador de Apiaí e natural de Campinas, no interior paulista, foi velado e sepultado na cidade natal. Por conta da pandemia, a cerimônia foi restrita a familiares. “Deus quis assim. Sei que o tempo trará a serenidade e a aceitação, mas a saudade veio para ficar”, finaliza o amigo.

Fonte: G1 /SP

Roagora Fanpage

Comentarios