DestaquePolíciaPorto Velho

Jovem é torturado e morto por grupo de mulheres de facção criminosa em Porto Velho

sexta-feira, 27/11/2020

Um jovem membro da facção criminosa denominada “Comando Vermelho” identificado como Max Willian Tavares Mauricio, 26 anos, foi brutalmente assassinado na tarde de sábado (01), sendo que o corpo só foi encontrado pela madrugada de domingo (02), pendurado sobe uma corda que estava amarrada em uma árvore por trás do residencial Popular Orgulho do Madeira, em uma região de mata no bairro Socialista, zona leste de Porto Velho.

A Polícia Militar recebeu uma denúncia apontando que um grupo de mulheres que pertencem ao Comando Vermelho teriam realizado um tribunal do crime e sentenciado a morte do jovem. Os policiais fizeram diligências pela região e depois de várias horas o corpo do jovem foi encontrado com lesões e enforcado, pendurado para simular um suicídio.

LEIA TAMBÉM:

Caso Danilo: padrasto teria matado menino afogado na lama porque ele se ‘comportava mal

TERROR! Homem morre a terçadadas durante confusão no AM

O local foi isolado e a perícia criminal junto com o rabecão foram acionados para fazer os trabalhos de necessários e posteriormente o corpo foi removido para o Instituto médico para exames de necropsia. A vítima tinha passagens pela polícia por vários crimes. A Polícia levantou que duas mulheres montaram o tribunal do crime e mataram o jovem.

Fonte: News Rondônia

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar