BANNER GOVERNO

Jornalista Marcelo Bennesby morre aos 51 anos após ter doenças agravadas pela Covid-19

26 janeiro, 2021

Marcelo deixa a esposa e dois filhos e uma enteada.


O jornalista Marcelo Bennesby faleceu na madrugada desta segunda-feira (25), depois de complicações de saúde. Ele estava internado desde a manhã do dia 1º de janeiro deste ano, quando sofreu AVC (Acidente Vascular Cerebral). Foi imediatamente socorrido pela esposa Aline e deu entrada num hospital particular, em Porto Velho, onde passou por cirurgia e permaneceu internado em UTI. O Diário da Amazônia apurou que quadro de saúde complicou após contrair infecção hospitalar, pneumonia e por último foi positivado para a Covid-19 contraída na UTI.

Desde que foi internado, o quadro de saúde do jornalista teve várias alterações. Ele chegou a sair do coma, conversava de forma lúcida e reagia bem aos tratamentos. Na tarde de quinta-feira (21), teve outro sangramento cerebral e necessitou de nova cirurgia. Na manhã desta sabado (23) fez um procedimento de traqueostomia e no domingo uma tomografia e exames para avaliação neurológica. Mas durante a madrugada sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. Marcelo deixa a esposa, Aline Martinicano Ferreira, os filhos Eduardo ferracioli bennesby, de 12 anos e Isabella ferracioli bennesby, 16 anos e a enteada Sara Martimiamo Ferreira.

De acordo com a família, como não haverá velório, em função dos protocolos de decreto, e não conseguiremos fazer uma despedida a altura que Bennesby merece. Os colegas interessados em registrar esse momento desde já sintam-se convidados.

TRAJETÓRIA 

314731 164982896915998 1588854 n - Jornalista Marcelo Bennesby morre aos 51 anos após ter doenças agravadas pela Covid-19Marcelo Silveira Bennesby tem mais de 24 anos na área de Comunicação Social, colaborou diretamente no desenvolvimento de pesquisas e análise de matérias sobre notícias locais divulgadas na mídia Regional e Nacional. Participou da produção, realização, elaboração e apresentação de diversos documentários especiais. 

Já esteve em vários eventos como palestrante sobre assuntos relacionados ao tema. Destaque para: experiência em textos para TV, mas atua também em jornal impresso e rádio, definição de pautas, redação de releases, organização de agenda de compromissos, organização de eventos, revisão de textos, clippings, coordenação da produção de vídeos institucionais e apresentação de telejornais. Atualmente é o editor e apresentador do Fala Rondônia 1ª edição.

Iniciou sua vida na comunicação no início dos anos 90 na TV ALLAMANDA (SBT) em Porto Velho, onde iniciou seu ciclo de amizades na TV. Foi apresentador de TV na Rede Amazônica de Televisão, onde atuou na TV Rondônia/Globo em diversas funções, inclusive, gerente regional de jornalismo. Na SIC TV/Record foi âncora de jornalismo e editor responsável. Atualmente era apresentador e editor responsável pelo Fala Rondônia, programa noticioso em rede estadual pela Rede TV!/SGC (Sistema Gurgacz de Comunicação).

Marcelo Bennesby era um jornalista atuante na defesa de assuntos da coletividade. Era amante do jornalismo comunitário e gostava de dar voz ao seu público. Acolhia ideias, opiniões e era incisivo no seu pensamento de defesa dos interesses da comunidade. Sua carreira profissional foi destacável em todas as empresas aonde trabalhou. 

Bennesby também era empresário e disputou eleições duas vezes para deputado estadual ficando como suplente em 2006 pelo PV e em 2018 pelo PDT. Na vida social era discreto e se dedicava a arte musical. Fundou e foi líder por mais de 20 anos da banda Rock Soul Funk onde era guitarrista.

Sindicato dos soldados da borracha e seringueiros do Estado de Rondônia

WhatsApp Image 2021 01 25 at 13.41.00 - Jornalista Marcelo Bennesby morre aos 51 anos após ter doenças agravadas pela Covid-19

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Diariodaamazonia

Roagora Fanpage

Comentarios