Energisa
ALE 01 04 970x250

‘Irmão’ da igreja que estuprou crianças é condenado a 13 anos

10 fevereiro, 2022

Após a sua prisão por estuprar crianças, em uma cidade de Mato Grosso do Sul, a defesa de um homem, ‘irmão de igreja’ dos pais das vítimas abusadas, tentou pela absolvição dele por falta de provas, o que foi negado pela Justiça.

‘Irmão’ da igreja que estuprou crianças é condenado a 13 anos

Quando os estupros ocorreram, o acusado chegou a dizer que havia ficado perturbado com seus pensamentos, já que precisava ‘concluir o pacto com o diabo’ para poder ficar rico.

Como o autor era amigo íntimo das famílias das vítimas, não houve desconfiança em um primeiro momento sobre os crimes.

Uma das vítimas foi, inclusive, levada por ele em um passeio de barco e na outra margem do rio, o ‘irmão da igreja’ acabou estuprando a menina de 11 anos e outra criança de 8 anos.

Os estupros aconteceram entre os anos de 2014 e 2017.

LEIA TAMBÉM:

Polícia prende acusado de matar garota de 13 anos

Atiradores invadem casa com 10 pessoas e matam 4 homens

Pai e madrasta da menina Lauanny Hester são condenados a 57 anos e 4 meses de prisão

Casal morre após carreta bater em moto na BR-163

Na véspera do natal, ônibus cai em ribanceira e deixa vários mortos e mais 50 feridos

Crianças sozinhas são resgatadas de residência em chamasEle foi preso e condenado inicialmente a 27 anos, mas a defesa recorreu.

A defesa pediu pela absolvição por falta de provas, o que foi negado pela Justiça, que reduziu a pena em 13 anos.

A nova sentença foi publicada em Diário da Justiça dessa quarta-feira (9).

Fonte: MIDIAMAX

Roagora Fanpage

Comentarios