GOV 01 09
ALE 01 09

Idosa cai em golpe e descobre quando vê PIX de R$ 24,7 mil

9 agosto, 2021

Além da transferência PIX, suposta funcionária do banco usou todo o limite do cartão, de empréstimos e do cheque especial da idosa


Uma professora aposentada de 78 anos foi vítima de uma golpe por telefone e só percebeu o crime quando identificou R$ 24,7 mil retirados de sua conta via transferência por PIX. O caso aconteceu em Santos, no litoral de São Paulo.

De acordo com o jornal, a idosa foi informada por ligação telefônica de que haviam tentado entrar na sua conta e era preciso mudar a senha. Inazeli Azevedo foi então até o banco e mudou sua senha por segurança.

Idosa cai em golpe e descobre quando vê PIX de R$ 24,7 mil

No entanto, a professora aposentada voltou a receber uma ligação da suposta funcionária do banco, falando sobre a necessidade de “ativar o módulo de segurança”.

Inazeli então fez vários procedimentos em caixas eletrônicos, orientada por telefone pela suposta funcionária.

Logo depois de voltar do banco, a idosa foi surpreendida, pois não conseguia mais fazer pagamentos no débito e crédito.

LEIA TAMBÉM:

Pedaço de madeira atravessa corpo de adolescente que é encaminhado em estado grave para Porto Velho

Apostas nas lotéricas podem ser pagas com Pix

Coluna Simpi: Estado precisa ser mais efetivo e simplificar o sistema tributário

Coluna Simpi – SIMPI cria programa de recuperação de créditos para Mei, micro e pequenas empresas

Dois moradores de Ariquemes morrem e mulher é socorrida ao HR de Vilhena após grave acidente na BR-364 próximo ao Guaporé

Banco do Brasil traça meta para chegar a 90% de energia renovável

Milene Pavorô precisou ir à polícia após ser chutada por Ratinho

Idosa de 99 anos morre após ser estuprada por amigo da família

Funcionária de joalheria é baleada e bandido morre durante tiroteio; imagem forte

Prejuízo
A professora levou um susto quando olhou o aplicativo do banco no celular. Havia uma transferência via PIX no valor de R$ 24,7 mil. Além disso, havia sido usado todo o limite do cartão, de empréstimos e do cheque especial.

“Estou inconformada. (…) Estou sem dinheiro absolutamente nenhum, super nervosa. Todos os meus planos fracassaram. Eu não tenho disposição para sair de casa, não me conformo”, declarou ao portal de notícias.

Inazeli estima um prejuízo entre R$ 55 mil e R$ 66 mil, segundo relatou para o portal G1. Ela fez um pedido de contestação ao banco, que foi negado, e abriu um boletim de ocorrência no 3º Distrito Policial de Santos.

Fonte:  Metrópoles

Roagora Fanpage

Comentarios