DestaqueGaleria de VideosPolícia

Homem é preso ao ser flagrado nu na cama com menino de 4 anos em MT – VEJA VÍDEO

Um homem, identificado pelas iniciais D.C., de 44 anos, foi preso nesta segunda-feira (29), após ser flagrado nu, na cama com menino de 4 anos. Segundo a Polícia Militar, o suspeito tentou estuprar a criança e matar o pai do garoto a facadas. A ocorrência foi registrada no Bairro Mathias Neves, em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá). Conforme o Boletim de Ocorrência, os pais do garoto relataram que estavam no quintal e deixaram a criança ir à sala assistir TV. Ao notar que o menino estava muito quieto o pai foi ver o que estava acontecendo.

O homem não encontrou o filho na sala e foi até o quarto da criança. Ao chegar no cômodo, o pai flagrou o suspeito, deitado na cama, com as calças abaixadas e induzindo o menino a pegar o seu pênis. Irado, o pai da criança foi tentar tirar o filho das mãos do homem, mas o suspeito tentou mata-lo com golpes de faca. Eles entraram em luta corporal e o pai pegou um pedaço de madeira, acertando o suspeito na cabeça e em outros locais do corpo.

Homem é preso ao ser flagrado nu na cama com menino de 4 anos em MT – VEJA VÍDEO

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e o suspeito foi encaminhado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), foi atendido pelo médico plantonista e liberado. A vítima foi encaminhada para a ala pediátrica da UPA, foi atendida pela médica plantonista e liberada.

O suspeito foi levado para a delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis. A polícia não informou o grau de parentesco entre a vítima e o suspeito.

‘Amigo da família’

A maioria dos crimes sexuais contra crianças e adolescentes são cometidos por pessoas próximas das vítimas. Eles utilizam do poder que têm sobre a criança para coagi-las a praticar os atos sexuais.

É muito importante que os pais e responsáveis fiquem atentos às atitudes da criança e do adolescente. Se notar uma mudança radical no comportamento delas, se notar que a criança apresenta lesões nas partes genitais, elas devem conversar com a criança, procurar alguém ou até mesmo a delegacia para investigar se elas estão sendo vitimas de algum tipo de crime.

Fonte: O BOM DA NOTÍCIA

Artigos relacionados

Sua opinião é muito relevante para nós do site Roagora

%d blogueiros gostam disto: