api 01 05
Ale 09-06 02

Homem é morto a tiros após discussão de trabalho com colega

21 julho, 2021

Um homem de 42 dois anos de idade foi morto a tiros na cidade de Espigão do Oeste, em um local conhecido como Linha da Figueira, dentro da madeireira Santa-Fé por volta da 15 horas desta segunda-feira.

Homem é morto a tiros após discussão de trabalho com colega

A vítima e o suspeito trabalhavam juntos na madeireira. O motivo do crime, pelo que foi apurado pela polícia, foi uma discussão entre os dois por causa de assuntos relacionados ao trabalho.

O suspeito, após a discussão, saiu às pressas do local em uma motocicleta CG Fan de cor preta e retornou mais tarde com uma arma de fogo tipo revólver em mãos e começou a atirar contra a vítima.

Segundo testemunhas, mesmo ferida pelos tiros, a vítima reagiu e na luta entre os dois o revólver caiu no chão. Após o agressor deixar a arma cair, um dos presentes apossou da arma e jogou ela para longe do criminoso, impedido que ele continuasse atirando, já que ele tentava pegar a arma novamente. Em seguida o suspeito fugiu do local.

Em razão dos ferimentos a vítima não resistiu e veio a óbito. A perícia constatou duas perfurações de projétil de arma de fogo, uma no abdome e outra no tórax.

LEIA TAMBÉM:

Homem é encontrado morto com sinais de decapitação e membros decepados em São Francisco do Guaporé

VÍDEO: Pai se revolta e desabafa ao ver filho baleado no chão: ‘Não precisa roubar’

Marido mata esposa e depois comete suicídio

Vítima de feminicídio foi jogada ainda viva do alto de ponte pelo ex-namorado

Homem que mandou criança rezar e depois a matou com tiro é condenado a 18 anos de prisão

Três adultos, uma criança e um bebê ficam feridos em acidente na BR-364

Durante bebedeira, garota dispara tiro contra rapaz de 19 anos, que morre na hora

Corpo de mulher que estava desaparecida é encontrado enterrado com mãos e pés amarrados

Jovem mata o próprio irmão com facada no peito

Corpo é encontrado com quatro perfurações de bala em Vilhena

Quando a polícia chegou, o revolver estava em meio a pedaços de madeira onde caiu após ser lançado por uma testemunha. A arma foi apreendida pela polícia após a perícia ter liberado a cena do crime. A polícia constatou que na arma havia ainda três munições intactas e duas deflagradas.

O suspeito de ter praticado o crime é um jovem de 20 anos de idade, funcionário da madeireira, que acabou sendo preso poucas horas depois do crime na linha cascalheira próximo ao Motel Muralha.

A polícia encontrou a motocicleta usada na fuga próximo ao motel onde ele foi encontrado.

Fonte: Alerta Cacoal

Roagora Fanpage

Comentarios