Energisa
ALE 01 04 970x250

Homem é morto a pauladas, amarrado em saco com pedras e jogado em lago

27 maio, 2022

Rildo Luiz Freire, de 48 anos, foi morto com várias pauladas na cabeça por dois colegas de trabalho, após desentendimento em uma fazenda, em Cocalinho (923 km de Cuiabá). Depois do crime, ele teve o corpo amarrado em um saco com pedras e jogado em um lago. Dois homens foram presos por envolvimento no crime.

Homem é morto a pauladas, amarrado em saco com pedras e jogado em lago

Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu na manhã de segunda-feira (23). Rildo chamou os criminosos para trabalhar com ele na construção de uma casa na fazenda. Durante os trabalhos, os homens acabaram se desentendendo.

Os dois criminosos agrediram Rildo a pauladas até a morte. Após isso, amarraram o corpo em um saco cheio de pedras e arremessaram em um lago próximo da obra, na tentativa de ocultar o cadáver. Os bandidos ainda subtraíram os bens da vítima.

As investigações começaram após um deles ser visto em posse do veículo, celular e documentos da vítima. Ele foi abordado pela Polícia Militar de Goiás na terça-feira (24). Ao ser questionado, confessou o crime e disse que mostraria o lugar específico onde ele e seu comparsa jogaram Rildo.

O corpo foi localizado no lago no início da manhã de quarta-feira.

O primeiro criminoso foi detido e encaminhado para a delegacia de Cocalinho, onde foi autuado em flagrante por latrocínio (roubo seguido de morte).

Já nessa quinta-feira (26), o segundo envolvido no crime foi localizado e preso pelos policiais. Os dois bandidos foram presos preventivamente pela Polícia Civil.

As investigações do crime continuam.

Fonte: Repórter MT

Roagora Fanpage

Comentarios