ALE 01 09
GOV-3 11 12

Homem é condenado após alugar cobra venenosa para matar esposa e se casar com amante

26 outubro, 2021

Na Índia, um homem foi condenado após alugar uma cobra venenosa para matar a própria esposa. As investigações demoraram um ano para serem concluídas e, segundo o resultado, o acusado teria cometido o crime para poder se casar com a amante e ficar com as joias da vítima.

Homem é condenado após alugar cobra venenosa para matar esposa e se casar com amante

Uthra foi picada pela cobra em março do ano passado, enquanto estava dentro de casa, no distrito de Kollam. Após ser atacada, começou a ficar gravemente debilitada e, enquanto se recuperava, foi picada novamente em maio do mesmo ano. Depois, acabou falecendo.

Embora as autoridades não tenham suspeitado da situação na época, a família da vítima achou o episódio estranho. Os pais da mulher, então, decidiram fazer uma queixa em uma delegacia local e exigiram uma investigação do caso.

Após um ano de apuração dos fatos, os policiais conseguiram provar que o marido da vítima, identificado como P. Sooraj, de 32 anos, pesquisou como manusear cobras venenosas por meses na internet, além de ter contratado os serviços de um tratador local para alugar o animal, de espécie não divulgada.

Depois de ser interrogado pelas autoridades, o tratador admitiu ter alugado os animais para Sooraj.

LEIA TAMBÉM:

Mulher encontra jiboia de 3 metros debaixo de lençol quando estava arrumando sua cama

Em Porto Velho, jovem é morto a golpes de faca durante bebedeira

Criança é picada por jararaca enquanto dormia em Lucas do Rio Verde-MT

Explosão em ônibus deixa pelo menos 13 mortos

Homem vai cobrar dívida de morador de rua e quase é morto a facada

Corpo de recém-nascido é encontrado em saco de lixo

Jovem tenta salvar criança de estupro e é atacado a tiros

Homem suspeita traição e retalha a facão o suposto pé de pano

Mulher de 48 anos morre às margens de lago ao ser picada por cobra

Além de colocar a cobra em cima da vítima, o acusado teria dopado a mulher colocando pílulas para dormir em sua bebida.

Na tentativa de se defender, Sooraj e seus familiares acusaram o irmão da mulher, dizendo que ele queria herdar a fortuna da família dela sozinho.

Especialistas disseram ao jornal Hindustan Times  que o tamanho das mordidas indicavam que o animal teria sido conduzido a atacar a vítima.

O homem foi considerado culpado por homicídio, tentativa de homicídio, destruição de provas e administração de uma droga para causar danos. A promotoria pediu a pena de morte para o criminoso, mas uma nova sessão do tribunal ainda será realizada para definir a punição do criminoso.

Fonte: Último Segundo

Roagora Fanpage

Comentarios