GOV 01 09
ALE 01 09

Homem acusado de engravidar ex-enteada de 14 anos e molestar outra de 10 é preso e liberado

7 maio, 2021

Na noite de quinta-feira, 06, um homem de 39 anos foi levado para delegacia pela Policia Militar, suspeito de ter engravidado a ex-enteada de 14 anos e ainda ter molestado a irmã dela, de apenas 10.

Homem acusado de engravidar ex-enteada de 14 anos e molestar outra de 10 é preso e liberado

Segundo informações levantadas pela reportagem,  uma guarnição da PM de Vilhena foi acionada pela mãe e uma tia das meninas, após elas terem percebido que a barriga da menor estava crescendo e a levar ao médico, confirmando que a adolescente está grávida.

Como as denunciantes não faziam ideia de com quem a menina pudesse ter mantido relações sexuais, passaram a questioná-la sobre a identidade do pai do bebê, tendo a menor relatado uma história que deixou mãe e tia em desespero.

Segundo a mais nova das garotas, o ex-padrasto, que está separado da mãe a cerca de 03 meses, a estuprou por diversas vezes enquanto ainda residiam na mesma casa.

Ainda conforme a adolescente, o ex-padrasto realizava os abusos sob graves ameaças de morte e a machucava muito, a obrigando-a a manter silêncio sobre os fatos, senão também mataria a mãe e irmã dela de apenas 10 anos.

Diante da situação, mãe e tia questionaram a irmã mais nova e esta também relatou que o suspeito por diversas vezes colocou as mãos em sua genitália.

Desesperadas, as mulheres acionaram a Policia Militar, que realizou a prisão do suspeito, tendo este sido conduzido para a Delegacia da Polícia Civil para prestar esclarecimentos ao delegado de plantão.

LEIA TAMBÉM:

Acidente envolvendo três carretas e dois carros deixa BR 364 interditada em trecho entre Vilhena e Pimenta Bueno

Homem morto esmagado por empilhadeira assassinou 4 pessoas há 15 anos em Cuiabá

Trabalhador do crime leva a pior ao tentar assaltar socioeducador

Influenciadora digital e namorado são encontrados mortos em apartamento

Empresário acusado de coagir testemunhas e ameaçar ex-prefeita é condenado a um ano de prisão em Cacoal

Rapaz de 18 anos vai à polícia e confessa crime, após matar e esquartejar homem de 44 anos na zona rural de Vilhena

Filho de 4 anos reclama de dor no ânus e mãe descobre estupro

Menina relata estupro de ‘avô’, exame confirma e suspeito segue solto

Mãe é presa acusada de maus-tratos contra o filho de 3 anos

Homem foge após agredir mulher e criança de três anos em Porto Velho

Como a situação de flagrante não foi possível devido as vítimas terem relatado que o último abuso ocorreu a mais de 03 meses, após ser ouvido o suspeito foi liberado.

Porém, a reportagem do site falou com a delegada Solângela Guimarães, titular da Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher (DEAM), que irá investigar o caso, e ela relatou que de fato o delegado que atendeu o caso não poderia realizar prisão em flagrante devido o cumprimento da lei, que estipula prazo para a situação, no entanto, agora o Setor de Investigação irá apurar as informações e nada impede que a prisão preventiva do ex-padrasto seja solicitada.

Fonte: Folha do Sul

Roagora Fanpage

Comentarios