GOV 01 09
ALE 01 09

Governo de RO libera link para pagamento de auxílio de R$ 200 aos beneficiários do Bolsa Família no estado

16 junho, 2020

Cerca de 48 mil famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica em Rondônia terão o complemento de R$ 200 na renda mensal, garantidos pelo governo do Estado, pelo Programa de Transferência de Renda Temporária, denominado AmpaRO.

A medida trata-se da transferência de renda temporária aos beneficiários devidamente habilitados, ou seja, serão três parcelas disponibilizadas diretamente ao favorecido.

Nesta segunda-feira, 15, foi disponibilizado um link (clique aqui e acesse) para que as famílias que se encaixam nas condições do programa, acesse e façam o cadastro para receber o pagamento.

O benefício vai atender famílias em situação de extrema pobreza, com renda per capita familiar de até R$ 89, beneficiárias do Programa Federal Bolsa Família em Rondônia, que estejam nesta condição na folha de pagamento até o mês de abril de 2020.

Governo de RO libera link para pagamento de auxílio de R$ 200 ao beneficiários do Bolsa Família no estado
Foto: Reprodução Seas

O total estimado de famílias que se enquadram no perfil do programa e poderão ser contempladas é de 48.175 famílias em todo o Estado, ou seja, diretamente mais de 192 mil pessoas atendidas pelo programa do governo do Estado.

O recurso utilizado para a complementação é proveniente do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), gerido pela Seas.

Público-alvo:

– Famílias em situação de extrema pobreza, com renda per capita familiar de até R$ 89,00 beneficiárias do Programa Federal Bolsa Família. Serão atendidas 48.175 famílias em todo o estado;

Procedimento:

– Famílias vão receber o complemento de renda em 03 (três) parcelas de R$ 200 mensais cada;

– O recurso utilizado para a complementação é proveniente do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza – FECOEP, sendo previsto a execução de cerca de 37 milhões;

Forma de execução resumida:

1º: O beneficiário irá consultar no site do Governo do Estado, a partir de 15 de junho, com o número do CPF e data de nascimento, se está habilitado para receber ou não;

2º: A SEAS gerará a lista dos habilitados e encaminhará para o banco, que irá abrir as contas e depositar a primeira parcela;

3º: Beneficiário habilitado, na data do pagamento, poderá, pelo aplicativo do banco, fazer a transferência ou ir sacar com QRCODE ou código no caixa eletrônico (parecido com governo federal);

4º: Nas 2ª e 3ª parcelas, será necessário apenas esperar o dia do pagamento para o recurso cair em conta.

Fonte: Assessoria

Roagora Fanpage

Comentarios