DestaquePolícia

Fotógrafo é assassinado em chácara; suspeito foi preso e confessou crime

Ari Pacheco, de 51 anos, era genro da vítima e disse que o crime foi motivado por um desentendimento

Um fotógrafo de 63 anos, identificado como Delci Weissheimer, foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira (18), em uma chácara localizada nas proximidades da Lagoa Azul, na zona rural de Água Boa (729 km de Cuiabá-MT). O principal suspeito do crime é o genro. Ele confessou o crime e foi preso.

O acusado, identificado como Ari Pacheco, 51 anos, foi capturado no momento em que tentava fugir. Ele contou que matou o sogro em virtude de um desentendimento.

De acordo com as investigações, o fotógrafo Delci estava com um colega na propriedade rural quando uma égua se soltou. Os dois saíram em busca do animal e, ao retornarem para arrumar a cela, foram surpreendidos por um homem armado.

As vítimas tentaram correr, mas o suspeito desferiu vários tiros contra Delci, que não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Veja também:

Criança é estuprada pelo padrasto com a conivência da mãe, diz denúncia

Cadeirante é espancado e esfaqueado por namorada em praça pública

Caminhões batem e Van é atingida deixando três feridos na BR-174 a 40 km de Vilhena

Homem morre atropelado ao tentar atravessar BR 364 em Ji-Paraná

A Polícia Militar foi comunicada da ocorrência e fez buscas pela região para localizar o criminoso. Ari foi encontrado na MT–326, próximo ao município de Cocalinho (923 km da Capital).

Ele foi levado para a delegacia de polícia.

O caso será investigado.

Fonte: Circuitomt

hqdefault - Flamengo vence o Al-Hilal e vai à final do Mundial de Clubes

OBS: Somente os administradores poderão postar conteúdos.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Fechar