Em mensagem enviada à redação do Extra de Rondônia nesta quinta-feira, 28, o empresário Paulo Campos, proprietário da empresa Hexafly, de São Paulo, desmentiu a prefeitura de Pimenta Bueno quanto às suas justificativas com relação à perda de um drone recém-adquirido pelo município.

O equipamento custou R$ 95.200,00 à prefeitura e o caso gerou questionamentos e piadas em Rondônia.

Através de sua página oficial no Facebook, a prefeitura justificou a perda da aeronave devido ao mal funcionamento em seu sistema de navegação.

Porém, o empresário paulista desmentiu a nota e garantiu que o fato aconteceu por falha da equipe de campo.

“Bom dia. Referente a matéria veiculada sobre a perda do drone multirrotor da prefeitura de Pimenta Bueno-RO. A matéria cita um mal funcionamento de sistema, porém em análise de log de voo da aeronave, do voo da queda foi identificado um procedimento de operação falho executado pela equipe de campo, causando assim o fato ocorrido. Não houve em momento algum erro no sistema de navegação do equipamento, muito menos falha mecânica ou eletrônica. Desde já agradeço a atenção”, disse Campos.

O Drone Hexafly foi adquirido para mapeamento topográfico executado pela equipe da secretaria municipal de Planejamento (Semplan).

>>> LEIA, ABAIXO, A NOTA DA PREFEITURA:

15712165266012db1d33e5a2.43210202 notadaprefet - Empresário paulista desmente prefeitura de Pimenta Bueno e diz que perda de drone de “luxo” foi por falha da equipe de campo

 

Fonte: Extra de Rondônia