DestaquePolíciaSão Miguel do Guaporé

Em São Miguel, MP pede prisão de policial que matou homem em bar e Sinsepol esclarece e repudia ato

O delegado de plantão de São Miguel do Guaporé, compareceu ao local dos fatos, onde foram realizados os trabalhos periciais.

Um homem foi morto com um tiro na noite da última terça-feira 24, após tentar agredir uma policial civil em um estabelecimento comercial de São Miguel do Guaporé.

Segundo o apurado, o envolvido Jhonatan Fernando Araújo da Silva de 31 anos e a policial civil de 30 anos estavam no estabelecimento localizado na Linha 82 km 01 Zona Rural e por motivos fúteis acabaram entrando em vias de fatos.

A discussão se agravou e Jhonatan Fernando se apoderou de um facão e tentou agredir a policial, ficando lesionada nas costas. Para se defender, a mesma efetuo um disparo contra o agressor.

Depois do incidente, a policial acionou a PM que junto a ambulância socorreu a vitima ao hospital. Jhonatan Fernando Araújo que era morador de São Francisco do Guaporé, não resistiu ao ferimento vindo á óbito.

O delegado de plantão de São Miguel do Guaporé, compareceu ao local dos fatos, onde foram realizados os trabalhos periciais.

Diante do ocorrido e da repercussão do caso, o Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Rondônia (Sinsepol) emitiu uma nota de repúdio dos materiais produzidos pela imprensa em desfavor da policial, além da decisão do Ministério Público que pediu a prisão preventiva. Confira o comunicado na integra.

Fonte: Extraderondonia com informações Rota Comando

Artigos relacionados

Sua opinião é muito relevante para nós do site Roagora

%d blogueiros gostam disto: