GOV 01 09
ALE 01 09

Crianças indígenas são ‘sugadas’ por balsa de garimpo; uma morreu e outra segue desaparecida

13 outubro, 2021

A Hutukara Associação Yanomami denunciou, por meio de nota divulgada nesta quarta-feira (13), uma tragédia anunciada: duas crianças indígenas da Terra Yanomami, na comunidade Makuxi Yano, em Roraima, foram vítimas da atuação do garimpo ilegal no rio Parima. Uma delas, de 5 anos, morreu e seu corpo foi encontrado nesta quarta. A outra, de 7 anos, segue desaparecida.

Crianças indígenas são ‘sugadas’ por balsa de garimpo; uma morreu e outra segue desaparecida

Crianças yanomami brincam em rio poluído pelo garimpo (Reprodução/Twitter Dário Kopenawa Yanomami)

Segundo o relato dos indígenas recebido pela associação, as crianças estavam brincando no rio, na terça-feira (12), próximas a uma balsa do garimpo ilegal “quando foram sugadas e cuspidas para o meio do rio e levadas pela correnteza”.

LEIA TAMBÉM:

Pastor estupra própria filha e crianças de 2 anos e 11 anos

Pastor é acusado de estuprar menina de 12 anos diante do irmão dela

TORTURADOS E MORTOS: Casal, filho e um motorista foram executados em garimpo

Criança vítima de maus-tratos foi encontrada comendo fezes de cachorro

Após carro cair dentro de rio, pai morre e madrasta salva duas crianças em Machadinho do Oeste

Jovem perde controle de motocicleta, bate em árvore e morre em Cerejeiras

Fonte: Revista Forum

Roagora Fanpage

Comentarios