GOV 01 09
ALE 01 09

Cresce otimismo de empresários industriais para os próximos meses, segundo CNI

31 julho, 2021

Na região de Ariquemes, nova subestação de energia entusiasma ramo de mineração


A Sondagem Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI) alcançou 61 pontos em julho. Esse é o maior valor para julho desde 2011, quando o índice era de 61,8 pontos. Em Ariquemes, o otimismo das mineradoras com a inauguração da nova subestação do Grupo Energisa ajuda a explicar o resultado. A infraestrutura é a segunda a ser entregue das 13 que estão em construção no estado este ano como parte do plano de investimento de R$ 1,7 bilhões que nasceu há três anos, quando a concessão passou a ser controlada pelo Grupo. A subestação de energia Bom Futuro tem capacidade para distribuir 12 mil MVA, o equivalente ao consumo de 60 mil casas populares.

Cresce otimismo de empresários industriais para os próximos meses, segundo CNI

Jaime Morgan, presidente da Coopersanta, é um dos entusiastas pelo cenário dos próximos meses, especialmente para o mercado de cassiterita, matéria-prima minerada no distrito de Bom Futuro e utilizado para produção de latas, embalagens, solda para fabricação e conserto de aparelhos eletrônicos. “Antes estávamos sempre limitados a usar geração de energia com motor e isso inviabiliza a operação, conforme o preço do estanho. A nova subestação está fornecendo energia na quantidade e qualidade que precisamos para o funcionamento do nosso maquinário. A energização veio em boa hora, pois o mercado da cassiterita está valorizando”, disse o empresário ao explicar que é preciso produzir em grande volume para ser competitivo.

Em 2019, Rondônia liderava o ranking de produção de estanho no país de acordo com Anual Mineral Brasileiros. Na região, a mineração gera 500 empregos diretos e a empresa já se prepara para contratar mais 100 colaboradores nos próximos meses.

A construção da subestação e dos 80 km de linhão, que integra o pequeno distrito ao Sistema Interligado Nacional, começou em 2019 e custou R$ 56 milhões em investimento próprio do Grupo Energisa. Filipe Lima, gerente de obras de Alta Tensão da concessionária, conta que esta é a segunda das 13 novas estruturas semelhantes que serão entregues esse ano. “Estamos há quase três anos trabalhando para apoiar o desenvolvimento e fortalecer o ambiente de negócios em Rondônia, desde o pequeno até o grande empresário”, declarou.  No site www.energisajuntos.com.br há mais informações sobre os investimentos da concessionária no estado, relato de clientes e informações sobre os principais serviços.

Fonte: Assessoria

Roagora Fanpage

Comentarios